Esportes, Futebol, Paulistão

Com gol nos acréscimos, Corinthians vence a Ferroviária

Com um gol aos 49 minutos do 2º tempo, o Corinthians venceu a Ferroviária por 1 a 0 ontem (1º) à noite, no Itaquerão. O amistoso foi programado pela diretoria para apresentar o elenco de 2017 à torcida.

Reservas comemoram gol de Marquinhos Gabriel. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O jogo serviu para Bruno Paulo estrear oito meses após ter sido contratado, no ano passado. Vice-campeão paulista de 2016 com o Audax, o meia sofreu lesão no ligamento do pé direito e foi submetido a cirurgia em maio.

Para dar chance a todos os atletas, as duas diretorias combinaram que cada equipe poderia fazer 15 substituições. Os dois times tiveram problemas para criar oportunidades nos primeiros 45 minutos. O Corinthians teve controle da posse de bola, mas pouca penetração.

Segundo tempo

A pressão veio na etapa final. Os donos da casa criaram chances para marcar mas erraram as finalizações, especialmente o paraguaio Romero. Marquinhos Gabriel decidiu nos acréscimos, com um chute cruzado, após jogada construída por Camacho.

“O gol foi importante para mim individualmente. No coletivo, temos de melhorar. Há muita gente lutando pelo espaço e eu também estou. Perdi um pouco no ano passado, mas quando começa um novo ano, você se sente renovado”, disse Marquinhos Gabriel.

No próximo sábado (4), o Corinthians estreia no Estadual contra o São Bento, em Sorocaba.

 

Jadson volta para ser a grande referência do alvinegro

A contratação de Jadson muda o patamar do Corinthians para esta temporada. O elenco formado por boas opções, mas sem nenhum grande craque, carecia de nome como o do meia para ambicionar conquistas de títulos e apagar a péssima imagem do ano passado.

Não foi divulgado ainda qual camisa o meia vai usar, já que a 10 carregada por ele em 2015 pertence hoje a Guilherme. O que não resta dúvida é de que o jogador, que esteve na China em 2016, volta para ser a maior referência do time.

Fábio Carille já avisou que Jadson reassumirá a posição que deixou vaga na direita do ataque, setor onde brilhou durante a conquista do hexacampeonato nacional.

É esperado, ainda, que o jogador assuma a condição de cobrador oficial de faltas da equipe, uma das grandes carências do time de Carille, que gosta de usar jogadas ensaiadas de bola parada.

Fora de campo, a identificação do atleta com a torcida também é um grande ganho para o alvinegro, que precisa fazer as pazes com a Fiel, frustada pelos resultados ruins do time em 2016.

Enquanto resolve as últimas pendências burocráticas, o Corinthians também prepara uma rotina especial de treinos para recondicionar o jogador e colocá-lo à disposição de Carille o quanto antes.

O meia, de 33 anos, não atua desde outubro do ano passado, quando sua ex-equipe, o Tianjin Quanjian, encerrou sua participação na Segunda Divisão da China.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*