Diadema, Política-ABC, Sua região

Com críticas ao governo federal e pregando união, Filippi toma posse em Diadema; Josa assume presidência da Câmara

José de Filippi Jr (PT) tomou posse nesta sexta-feira (1º) como prefeito de Diadema pela quarta vez. Durante  cerimônia restrita, realizada na Câmara, também foram empossados os vereadores eleitos em novembro, e Josemundo Queiroz, o Josa (PT) foi eleito presidente do Legislativo. O evento foi presidido pelo vereador reeleito Orlando Vitoriano (PT).

Com críticas à atuação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Filippi destacou que toma posse pela quarta vez em um dos momentos mais difíceis da humanidade. “A história vai cobrar muito desta geração. Infelizmente, o nosso país tem hoje um ocupante na presidência da República que não honra o cargo que ocupa e desdenha da dor do povo. Nega a pandemia e despreza a ciência. Briga com governadores, faz confusão e mente sobre as vacinas. Viramos piada e motivo de desprezo no mundo inteiro. Este Brasil sem rumo de hoje é fruto da negação dos rumos da política. A não aceitação das eleições de 2014, por meio de uma campanha difamatória articulada por vários setores da sociedade, implantou o ódio e as mentiras que abalou a confiança população. A inveja desumaniza o ser humano. Mas quero falar do sentimento que deixa a pessoa feliz com a infelicidade e desgraça do outro. As pessoas comemoram a desgraça alheia. Nesse tipo de sentimento que tenho a esperança que vamos dar um basta. Não posso fazer isso sozinho. Isso começa aqui por Diadema. Vamos voltar a ter um clima de entendimento e de respeito. Tudo depende da política e se afastar dela significa deixar o nosso futuro nas mãos de qualquer uma”, disse, ao destacar  que assumiu nesta sexta o maior desafio de sua vida, mas que se sente preparado porque foi a melhor campanha que fez em seus 30 anos vida pública.

Filippi anunciou a intensificação das ações de controle da pandemia por mais 120 dias e, ainda, o lançamento da campanha “Sua vida importa para mim”, de conscientização sobre o coronavírus. “Vamos divulgar a cada 15 dias ações concretas nessa área. Logo nos primeiro 15 dias vamos criar um comitê de especialistas que vai nos orientar. O Estado de São Paulo registrou 57% mais mortes por coronavírus em dezembro em comparação a novembro  e precisamos conscientizar a população da gravidade dessa doença traiçoeira.”

Em seu primeiro discurso como vice-prefeita,  Patty Ferreira (PT), afirmou que vai representar e ouvir  a população. “Como mulher, negra e guerreira quero cuidar de Diadema da mesma forma que cuido da minha filha e da minha família. Sei da necessidade de nosso povo na questão de políticas públicas. Quero levar para as ruas a verdade que temos dentro de nossa casa.”

Em discurso de despedida,  ex-prefeito Lauro Michels ((PV) afirmou que deixa o Executivo com sentimento de alegria e de tristeza. Relembrou, ainda, o período em que foi vereador no município e destacou que esta à disposição para ajudar à nova administração. Michels afirmou que deixa a prefeitura pela porta da frente, mas com o sentimento de que gostaria de ter feito mais pela cidade.  “Saio também com sentimento de cumplicidade e ajuda, por tudo que passamos neste ano tão difícil e ensinou a nos tornarmos mais humanos. Agradeço a todos que de uma forma outra ajudaram a construir uma cidade cada vez melhor. Fiz questão de ficar na posse dos vereadores pelo respeito que tenho por esta Casa. O respeito por onde iniciei meu ciclo político durante meus oito anos como vereador. Obrigado por ter compartilhado com vocês muitos dos avanços da nossa cidade, que está acima de qualquer interesse”, destacou.

PRESIDÊNCIA DA MESA

Eleito presidente da Casa por unanimidade, em seu discurso Josa destacou que Diadema só vai superar a crise imposta pela pandemia caso haja união de todos os vereadores eleitos em defesa de um bem comum. “Não existe terceiro turno. As eleições acabaram. Agora é hora de todos nós trabalharmos para um bem comum e em prol da população da nossa cidade. Esse é o compromisso que quero firmar com todos os eleitores que acreditaram em mim para ajudar a reconstruir Diadema”, afirmou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*