Política-ABC, Santo André, Sua região

Com 78% dos votos, Paulo Serra é eleito prefeito

Paulinho afirmou que o resultado reflete o sentimento de esperança em relação à política. Foto: Divulgação

O ex-secretário de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos Paulinho Serra (PSDB) foi eleito ontem (30), em segundo turno, novo prefeito de Santo André. O tucano obteve 276.575 votos, o que corresponde a 78,21% do total válido. O atual prefeito e candidato à reeleição, Carlos Grana (PT), registrou 77.069 votos (21,79%). Nulos, brancos e abstenções somaram 216.018.

Esta é a primeira vez que o PSDB elege um prefeito na cidade, interrompendo revezamento no poder entre PT e PTB, que ocorria desde 1983. O resultado também marca a primeira derrota petista em disputas por reeleição desde que a renovação de mandato para cargos executivos foi aprovada por meio de emenda constitucional, em 1997. Na primeira fase do pleito, Serra teve 119.540 votos, o que corresponde a 35,85% do total válido, contra 67.628 de Grana (20,28%).

Em entrevista coletiva, concedida após a apuração dos votos, Paulinho afirmou “que governará para todos” e que o resultado reflete o sentimento de esperança em relação à política. “O resultado está ligado a esse sentimento, mas não esperávamos essa votação, que foi a maior da história de Santo André. Estamos muito felizes por nós, mas principalmente por esse sentimento da população que nos acolheu de braços abertos”, disse o tucano.

A diferença de votos entre Serra e Grana foi a segunda maior deste segundo turno, ficando atrás apenas de Guarulhos, onde o prefeito eleito, Gustavo Henric Costa, o Guti (PSB), obteve 83,50% dos votos, contra 16,50% de seu adversário, Eli Correa Filho (DEM).
Após a contagem dos votos, Grana parabenizou seu adversário e se colocou à disposição para iniciar o processo de transição. “O coração está apertado, mas temos uma missão muito grande pela frente. Temos de governar a cidade até o dia 31 (de dezembro) para depois passar adiante. Hoje o dia está meio cinzento para o nosso lado, mas o PT não foi criado só para disputar eleição e sim para mudar a sociedade brasileira. Não fomos nós que perdemos. Quem perdeu a oportunidade de continuar com o nosso governo foi a cidade de Santo André”, disse Grana, em ato realizado no diretório do PT, no bairro Casa Branca.

O prefeito lamentou o resultado das urnas, mas destacou o papel de oposição que a legenda desempenhará no próximo governo. “A população nos colocou na oposição, mas não seremos uma oposição raivosa e sectária. Vamos lutar para que nenhum direito seja retirado. Vai ter luta”, disse o petista. O ato contou com a presença da ex-ministra e ex-presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior.

Perfil
Paulo Serra nasceu em 1973, em Santo André. Formado em economia pela Universidade de São Paulo, iniciou sua carreira profissional como estagiário do Departamento de Planejamento Econômico e Financeiro da Prefeitura de Santo André. Em 1996, começou suas atividades comerciais no centro de Santo André juntamente com o curso de Direito, na Faculdade de Direito de São Bernardo.

Em 2004, candidatou-se pela primeira vez ao cargo de vereador, e foi eleito o mais jovem parlamentar da legislatura andreense. Em 2013, assumiu o cargo de secretário de Obras e Serviços Públicos da Prefeitura de Santo André. Dois anos depois, rompeu com o governo petista e filiou-se ao PSDB para sair candidato à prefeitura.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*