Minha Cidade, Santo André, Sua região

Com 6 casos de covid-19, Santo André decreta estado de emergência

Com a medida, prefeitura terá mais agilidade e flexibilidade para atuar em situações de combate à pandemia de Covid-19. Foto: Angelo Baima/PSA

A Prefeitura de Santo André decretou estado de emergência por 90 dias. A iniciativa visa conter o avanço da pandemia de Covid-19 no município, que até o momento, registrou seis casos confirmados da doença.

“Precisamos preservar vidas, esse é o nosso principal objetivo. Estamos em uma guerra biológica e uma crise sanitária com inimigo invisível que mata pessoas com mais de 60 anos em uma proporção como nunca vimos. Por isso, precisamos muitas vezes ter medidas extremas”, comentou o prefeito Paulo Serra.

Com a publicação do decreto, que ocorrerá hoje (20), a administração terá mais agilidade e flexibilidade para atuar em situações emergenciais como aquisição de materiais necessários ao atendimento, além de garantir que seja feita a apropriação de bens e serviços caso haja necessidade, com justa indenização.

Além disso, o estado de emergência considera como abuso de poder econômico o aumento injustificado dos preços de produtos e serviços relacionados ao enfrentamento do coronavírus, como máscaras e frascos de álcool em gel. A norma tem base na legislação federal e prevê penalidades.

A Prefeitura também suspendeu nesta quinta-feira (19) as provas do concurso da Guarda Civil Municipal e da Educação, sem prejuízo aos candidatos. Além disso, a administração municipal recomendou aos condomínios e edifícios da cidade que proíbam a utilização das áreas comuns, ou seja, brinquedotecas, piscinas, academias de ginástica, quadras de esportes (abertas ou fechadas), playgrounds, churrasqueiras, salão de festas, salão de jogos, sala de reuniões, entre outros.

PARQUES

Os parques de Santo André ficarão fechados entre os dias 21 de março e 5 de abril. A medida é mais uma iniciativa da Prefeitura para conter o avanço do novo coronavírus.

Santo André possui dez parques, entre eles o Parque Antonio Flaquer (Ipiranguinha), na Vila Alzira; Ana Brandão (Parque da Juventude), no Jardim Ipanema; Antonio Pezzolo (Chácara Pignatari), na Vila Metalúrgica, Cidade dos Meninos, no Parque Novo Oratório e o Parque Regional da Criança Palhaço Estremilique, no Parque Jaçatuba.

Também estará fechado o Parque Celso Daniel, no bairro Jardim, que é um dos mais visitados da cidade, chegando a receber cerca de 1.200 pessoas por dia. A cidade conta ainda com o Parque Central, na Vila Assunção; Ulisses Guimarães, na Vila Francisco Matarazzo; Norio Arimura, no bairro Capuava e o Parque Escola, onde funciona a Escola Municipal de Educação Ambiental Parque Tangará, no bairro Valparaíso.

“Essa e outras iniciativas que estamos tomando visam, acima de tudo, preservar vidas. O objetivo é evitar ao máximo aglomeração de pessoas e frear o avanço do coronavírus na cidade. Contamos com a compreensão e colaboração de todos os andreenses”, afirmou  Paulo Serra.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*