Política-ABC, Regional, Sua região

Com 26 vereadores, PSDB repete 2016 e elege maior bancada do ABC

Com 26 vereadores, PSDB repete 2016 e elege maior bancada do ABCO PSDB manteve-se co­mo o partido que mais elegeu vereadores no ABC nas eleições deste ano e ainda viu crescer o número de re­presentantes nos Legislativos mu­nicipais. Os tuca­nos tive­ra­m 26 eleitos, 18,2% a mais do que no pleito anterior (22), segundo levantamento do Diário Regional.

O partido fez as maiores ban­cadas em Ribeirão Pires (empatado com PTB e PL), com três vereadores; em Santo André, com seis; em São Bernardo, com nove; e em São Caetano, com quatro. Nos três últimos, o bom desempenho coincidiu com as vitórias, em primeiro turno, dos prefeituráveis tucanos Paulo Serra, Orlando Morando e José Auricchio Júnior.

Os tucanos também tive­ram a maior votação nominal do ABC – de Danilo Lima, eleito em São Bernardo com 8.930 votos.
Assim como em 2016, o PT elegeu a segunda maior bancada do ABC, mas viu reduzir em 12,5% o número de represen­tantes em seu berço político, de 16 pa­ra 14. Desse total, cinco foram eleitos em Diadema, onde o partido contou com a boa votação do prefeitu­rá­­vel José de Filippi Júnior, que vai ao 2º turno con­tra Taka Yamauchi (PSD).

Partido criado por Gilberto Kassab em 2011, o PSD elegeu 13 vereadores e tirou do Cidadania (ex-PPS) o posto de terceira maior ban­cada do ABC – em 2016, havia conquistado cinco cadeiras. A sigla foi, inclusive, a única a eleger represen­tantes nas Câmaras dos sete municípios.

O Cidadania conquistou dez cadeiras, contra 13 obtidas em 2016 pelo então PPS. As maiores bancadas eleitas do partido estão em Diadema e São Caetano, com três vereadores cada.

DESIDRATAÇÃO

Quarto lugar em 2016, o PSB diminuiu sua representação de 11 para oito vereadores, que deram aos socialistas a oitava posição no ranking. Outro partido que “desidratou” foi o PRB, atual Republicanos, que reduziu de dez para quatro o número de cadeiras na região.

Da mesma forma, o PV reduziu o nú­mero de cadeiras nos Legislativos do ABC de oito para três – em 2016, o desempenho do partido foi impulsionado pela reeleição de Lauro Michels (PV) para o Executivo de Diadema.

Pior resultado foi o do MDB, que terá novamente a maior bancada de vereadores do país, mas não elegeu um represen­tante sequer no ABC. Em 2016, o então PMDB obteve seis cadeiras.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*