Minha Cidade, Regional, Sua região

Com 13 mortes, trânsito do ABC teve janeiro menos violento em seis anos

Com 13 mortes, trânsito do ABC teve janeiro menos violento em seis anos
Segundo o Infosiga SP, sete municípios também registraram 646 acidentes no mês passado

O ABC deu continuidade, em janeiro, à redução nas estatísticas de acidentes e mortes no trânsito verificada no ano pas­sado e atribuída às mudanças na mobilidade decorrentes da pandemia de covid-19.

Segundo o Infosiga, base de dados gerenciada pelo Detran-SP, ocorrências nas ruas, avenidas e rodovias da região fize­ram 13 vítimas fatais no mês passado, total 7,1% inferior ao apurado em janeiro de 2020.

Trata-se do menor número de mortes para meses de janeiro desde a criação do In­fosiga pelo governo do Es­tado, em 2015 (veja tabela).

Os motociclistas lideraram as estatísticas de fatalidade em janeiro com seis óbitos no ABC, seguidos por pedestre­s (três), ocupan­tes de auto­mó­veis (dois), ciclistas e ocupan­­tes de caminhão (um cada).

Ainda segundo o Infosi­ga, os jovens continuam sendo as principais vítimas do trânsito nos sete municípios. Do total de 13 mortes registradas no mês passado, cinco (38,5%) concentram-se na fai­xa etá­ria entre 18 e 29 anos.

Alysson Coimbra, coordenador da Mobilização Nacional de Médicos e Psicólogos Espe­cialistas em Trânsito, afirmou que reduzir mortes e aciden­tes de trânsito no Brasil é uma for­ma imediata de ajudar o processo de retomada do crescimento econô­mico em meio à pandemia, além de ser uma ques­tão urgente de saúde pública.

“A queda no número de acidentes desafoga não só os gastos com saúde e Previ­dên­cia, como ajuda a manter ativa grande parte da força de produção, uma vez que as maiores vítimas do trânsito são jovens”, disse Coimbra.

“Uma redução no número de acidentes liberaria recursos para investimentos em setores estratégicos e alavancaria a economia, além de permitir a ampliação de programas de auxílio e renda”, prosseguiu.

ACIDENTES

O Infosiga também apu­rou queda de 3,6% no número de acidentes nas ruas, avenidas e rodovias da região em janei­ro ante o mesmo mês de 2020, para 646 ocorrências.

Na mesma comparação, o total de acidentes fatais caiu 18,8% em janeiro, para 13, menor patamar desde 2015; e o número de acidentes não fatais recuou 3,1%, para 633.

Quase 30% dos acidentes ocorrem nos fins de semana (da noite de sexta-feira à noite de domingo). Do total de ocorrências registradas em janeiro no ABC, 6,9% ocorre­ram nas tardes de sábado, 6,2% nas noites de domingo, 5,7% nas noites de sexta, 5,4% nas tardes de domingo e 4,7% nas noites de sábado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*