Copa América, Esportes

Colômbia bate Catar e confirma vaga nas quartas de final

Colômbia bate Catar e confirma vaga nas quartas de final
A Colômbia, de James Rodríguez, levou a melhor sobre o Catar. Foto: Divulgação/FCF

A Colômbia precisou lutar muito para derrotar o Catar, por 1 a 0, ontem (19), no Morumbi, pela segunda rodada do Grupo B da Copa América. Com o resultado, o time sul-americano chega aos seis pontos e garante classificação às quartas de final. O time árabe segue com um.
Na próxima rodada, no domingo, às 16h, Colômbia encara Paraguai em Salvador. Catar terá pela frente a Argentina em Porto Alegre, no mesmo horário.

Com futebol organizado e corajoso, o Catar mostrou que se prepara bem para a Copa da qual será sede em 2022, enquanto os colombianos voltaram a mostrar que têm condições de brigar pelo título perseguido desde 2001.

O jogo começou com as duas equipes procurando o ataque. Em menos de um minuto, cada equipe havia assustado seu adversário uma vez. Aos quatro, a Colômbia teve um gol anulado, pois Roger Martinez, impedido, desviou cabeçada de Davinson.

O bom futebol do Catar ani­mou a pequena torcida, mas o time árabe não conseguiu manter a produção e a Colômbia passou a dominar mais a bola.

Aos 13, os sul-americanos tiveram grande chance com Ro­ger Martinez, que escapou pela direita e cruzou para James Rodríguez perder gol incrível, ao cabecear para fora. Aos 16, Cuadrado obrigou Alsheeb a fazer boa defesa em chute de fora da área.

Apesar da consciência tática e da iniciativa para buscar as jogadas ofensivas, o Catar apresentou várias falhas no setor defensivo, principalmente nas cobranças de escanteio. O grandalhão Zapata tornou-se um pesadelo para a defesa asiática.

A Colômbia voltou a pressionar no segundo tempo, mas exagerou nas bolas alçadas na área. Em uma delas, a bola sobrou para Roger Martínez, que encheu o pé. A bola bateu na zaga e o árbitro deu pênalti, mas o VAR surgiu pa­ra cancelar a marcação.

Depois, a Colômbia teve duas boas chances. A primeira em cabeçada de Mina para fora. A segunda com Roger Martínez, que Alsheeb defendeu. Os sul-ame­ricanos tiveram a maior chance aos 19, mais uma vez com Roger Martinez, mas Alsheeb, caindo, defendeu de forma sensacional.
De tanto forçar, a Colômbia conseguiu o gol, aos 40 minutos. James Rodríguez fez lindo lançamento de trivela e Zapata subiu para testar firme, sem defesa para Alsheeb.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*