Últimas Notícias

Coca-cola e Starbucks seguem Mcdonald’s e suspendem operações na Rússia

As gigantes norte-americanas de bebidas Coca-cola e Starbucks seguiram a rede de fast-food Mcdonald’s e decidiram suspender operações na Rússia. O movimento amplia ainda mais a lista de empresas que cancelaram Moscou após os ataques à Ucrânia.

Em carta aos parceiros da rede, o CEO da Starbucks Coffee Company, Kevin Johnson, afirmou que a decisão de suspender as operações na Rússia inclui o envio de todos os produtos Starbucks. “Nosso parceiro licenciado concordou em pausar imediatamente as operações da loja e fornecerá suporte aos quase 2.000 parceiros na Rússia que dependem da Starbucks para sua subsistência”, escreveu o executivo.

Já a Coca-cola disse que está suspendendo suas operações na Rússia, mas não informou números nem o impacto da decisão. Disse ainda que vai continuar monitorando a situação. “Nossos corações estão com as pessoas que estão sofrendo os efeitos inconcebíveis desses trágicos eventos na Ucrânia”, afirmou a companhia.

Também nesta terça-feira, o Mcdonald’s informou que fechará temporariamente seus cerca de 850 restaurantes e que pausará suas operações na Rússia. A decisão foi comunicada pelo CEO do grupo, Chris Kempczinski, a funcionários e franqueados da rede.

O Mcdonald’s opera há mais de 30 anos na Rússia e afirmou que manterá o salário dos 62 mil empregados que possui no país. “O McDonald’s decidiu fechar temporariamente todos os nossos restaurantes na Rússia e pausar todas as operações no mercado”, escreveu o CEO do grupo.

“Entendemos o impacto que isso terá em nossos colegas e parceiros russos, e é por isso que estamos preparados para prestar todo o apoio na Ucrânia e na Rússia”, acrescentou Kempczinski.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*