Arte & Lazer, Roteiro

Circo Escola de Diadema ganha lona nova e faz festa na segunda

Foto: Thiago Bendetti/PMD

Segunda-feira, 27 de março, é Dia do Circo. A data foi criada em homenagem ao palhaço  mundialmente conhecido Piolim (Abelardo Silva), falecido no ano de 1973. Para comemorar o marco, o Circo Escola Diadema vai ganhar lona nova e festejar junto com a comunidade e integrantes do projeto a mais recente aquisição.

A festa começa a partir das 18h com muita música e performances dos alunos das oficinas do projeto e apresentação de espetáculo com renomados artistas de quatro importantes circos brasileiros: Stankowich, Di Napoli, Estadones e Universo Casuo.

O prefeito de Diadema, Lauro Michels, a primeira-dama, Carol Rocha, e o secretário de Cultura, Eduardo Minas, estarão presentes na entrega da nova lona, que foi adquirida com verba pública, por meio do Prêmio Carequinha de Estímulo ao Circo – edição de 2015 – da Fundação Nacional das Artes (Funarte), órgão ligado ao Ministério da Cultura.

O prêmio de R$ 170 mil permitiu não só a compra da nova cobertura do circo (140 mil), mas também a troca do piso de toda a área onde fica a plateia e o picadeiro (30 mil). A nova lona mede 1.200 metros quadrados e as cores azul e branca é uma homenagem à bandeira de Diadema. Com instalação para recebe até 3 mil espectadores,  esta não é a primeira vez que o programa Circo Escola foi contemplado com a premiação federal. Também foi agraciado nos anos 2012 e 2013.

O Circo Escola Diadema é uma ação socioeducativo realizada em parceria com a prefeitura e a Associação Tápias Voadores. O programa é a única iniciativa hoje no país que tem o viés púbico. O projeto existe desde 2008 e é voltado para a população da cidade. Composto de atividades diversas, o projeto é realizado por meio de oficinas, envolve desde pessoas da terceira idade, jovens estudantes da rede pública de ensino e crianças das creches municipais.

Todas as oficinas são gratuitas e acontecem durante a semana. Frequentam as atividades circenses mais de 2 mil pessoas, sendo elas 1.100 estudantes do programa Escola Aberta, da Secretaria de Educação,  575 participantes vindo das oficinas da Secretaria de  Cultura,  400 mulheres e homens da melhor idade, do Programa Terapia do Riso, e alunos do curso da Padaria Artesanal, desenvolvido pelo Fundo Social de Solidariedade de Diadema.

As oficinas são realizadas por 22 profissionais, formados no próprio Circo Escola e pela Escola Nacional de Circo (ENC), do Rio de Janeiro. O trabalho busca levar aos participantes  cidadania, lazer, qualidade de vida e também formação profissional. Das oficinas circenses, por exemplo, dois ex-alunos atuaram no Cirque du Soleil. São eles: Anderson Pereira que vivia em faróis da cidade pedindo ajuda e Nildo Siqueira que trabalhou no espetáculo “Ka”.

Para a coordenadora do Circo Escola Diadema, Viviane Tápia, a parceria da prefeitura é importante porque além de oferecer um trabalho que ajuda a população a ter qualidade de vida, as artes circenses traz o encantamento artístico e lúdico. “A parceria com o poder público também facilita a busca de recursos juntos aos órgãos públicos e privados e isso permite a continuidade das atividades”, afirma. E conclui afirmando: “O fato das secretarias de Educação e Cultura acreditar que as artes circenses podem trazer ganho social para as pessoas é um estímulo para o nosso trabalho”.

PROGRAMAÇÃO

18h – Recepção dos participantes do programa e apresentação da Banda de Alunos das Oficinas de Música.

18h30 – Abertura da lona para a comunidade e apresentação da dança Zumba por alunas da terceira idade das Oficinas de Circo.

19h às 20h – Apresentação do espetáculo de artes circenses tradicionais, com integrantes dos circos Stankowich, Di Napoli, Estadones e Universo Casuo.

20h30 – Confraternização entre alunos e integrantes do projeto e convidados.

Circo Escola Diadema – Avenida Afonso Monteiro da Cruz, 259 – Jd. União. Telefone 4044-5263.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*