Minha Cidade, Regional, Sua região

Cidades do ABC liberam vacina contra a gripe para todas as pessoas acima dos seis meses de idade

Cidades do ABC liberam vacina contra a gripe para todas as pessoas acima dos seis meses de idade. Foto: Arquivo/Governo do Estado de SP
Cidades do ABC liberam vacina contra a gripe para todas as pessoas acima dos seis meses de idade. Foto: Arquivo/Governo do Estado de SP

A vacina contra a influenza é trivalente, composta pelos vírus H1N1, a cepa B e o H3N2, do subtipo Darwin, que causou os surtos localizados no final do ano passado. 

Ao menos quatro municípios do ABC ampliaram a vacinação contra gripe para toda população com idade acima de 6 meses. Em São Bernardo, Santo André e São Caetano a imunização contra a influenza em todas as faixas etárias teve início nesta terça-feira (21). Já em Mauá a vacinação começa nesta quarta.

A ampliação da imunização contra a gripe coincide com a chegada do inverno, período em que aumenta a incidência dos casos de síndromes gripais e a procura pelos serviços de saúde. A vacina é a forma mais segura e eficaz de prevenção contra a doença, das suas complicações, além de evitar a circulação dos vírus.

A imunização protege também pessoas que não podem receber a vacina, como recém-nascidos e imunodeprimidos. A vacina contra a influenza é trivalente, composta pelos vírus H1N1, a cepa B e o H3N2, do subtipo Darwin, que causou os surtos localizados no final do ano passado.

“Planejamento e infraestrutura  nos permitem ampliar os cuidados com a nossa gente. Com o início do inverno, as síndromes gripais se intensificam. Por isso, oferecer a vacina contra influenza para todos os públicos, a partir de 6 meses de idade, nos permite levar proteção a milhares de andreenses”, destacou o prefeito de Santo André, Paulo Serra.

Os andreenses interessados em se vacinar podem procurar uma das 33 unidades de saúde ou os dois pontos drive-thru, na Craisa (Avenida dos Estados, 2.195 – Santa Teresinha) e no Carrefour (Avenida Pedro Américo, 23 – Vila Homero Thon), de segunda a sexta, das 8h às 17h, sem necessidade de agendamento.

Até o dia 24  também será possível receber a vacina contra a gripe na estação de trem Prefeito Celso Daniel – Santo André da CPTM, das 9h às 16h. No local, a imunização é voltada apenas a munícipes acima de 12 anos de idade.

São Bernardo

Em São Bernardo as doses estão disponíveis em todas as 33 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), sem necessidade de agendamento. O funcionamento das salas de vacinação varia de acordo com o expediente de cada unidade de Saúde, sendo que 20 equipamentos atuam com horário estendido, das 7h às 22h (Planalto, Parque São Bernardo, Farina, Ferrazópolis, Nazareth, Vila Marchi, Orquídeas, União, Represa, Vila Rosa, Vila Euclides, Demarchi, Leblon, São Pedro, Silvina, Alves Dias, Ipê, Alvarenga, Batistini, Taboão). Nestes locais, a vacinação acontece das 8h às 21h. As demais unidades funcionam das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira, com vacinação das 8h às 18h.

Segundo o prefeito Orlando Morando, a vacinação é o meio mais eficaz de minimizar os efeitos causados pelas síndromes respiratórias, em especial neste período mais frio do ano. “Nosso objetivo é evitar o agravamento das doenças provocadas pela Influenza. A disponibilização da vacina, no entanto, dependerá do estoque de doses disponíveis, já que a Prefeitura depende do envio de imunizantes por parte dos governos estadual e federal”, destacou.

Mauá

A Prefeitura de Mauá começa nesta quarta-feira (22) a vacinar contra a gripe (Influenza) todas as pessoas a partir dos seis meses de idade.  Os locais de vacinação são as 23 UBSs (Unidades Básicas de Saúde), que funcionam de segunda a sexta, das 9h às 16h – as unidades Flórida, Magini e Zaíra 2 operam das 9h às 20h. É necessário apresentar documento com foto (CNH ou RG).

Assim como ocorreu em anos anteriores, a campanha irá durar enquanto o município tiver doses do imunizante contra a gripe, que são fornecidas pelo Ministério da Saúde. As doses liberadas para o público em geral são as remanescentes dos grupos prioritários.

Nas UBSs, os profissionais da saúde farão a triagem com identificação do paciente com sintomas respiratórios (tosse, coriza e falta de ar). Aqueles que tiverem somente tosse ou coriza poderão receber a aplicação. Os que apresentarem febre ou mau estado geral precisarão adiá-la.

Pacientes com sintomas da Covid devem aguardar quatro semanas para tomar o imunizante. Os diagnosticados como assintomáticos também precisam esperar o mesmo prazo.

São Caetano

Em São Caetano as doses estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), no Policlínico e Centro de Especialidades Médicas, em livre demanda.

Embora a vacinação esteja aberta a todos os moradores, é importante que o público prioritário continue sendo vacinado. “Precisamos ampliar a cobertura vacinal dos grupos mais vulneráveis. A menor cobertura vacinal está entre crianças de seis meses a menores de 4 anos, cuja cobertura foi de 41,5%, gestantes com 26% e pessoas com comorbidades 25,5%”, explicou a secretária de Saúde, Regina Maura Zetone.

Para ser vacinado, basta procurar uma das unidades de saúde levando documento com foto e carteirinha de vacinação. “Precisamos diminuir os casos de doenças respiratórias, comuns nessa época do ano, e a vacinação é a forma mais eficaz de prevenção contra a gripe e suas complicações”, explicou Regina Maura.

As 10 UBSs da cidade, além do Centro Policlínico Gentil Rstom e o Centro de Especialidades Médicas, serão pontos de vacinação. As seis unidades que fazem parte do Programa Saúde Hora Extra e a USCA (Unidade de Saúde da Criança e do Adolescente) vacinarão de segunda a sexta-feira, das 9h às 20h, e aos sábados, das 8h às 11h. As demais funcionarão de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*