Minha Cidade, Regional, Sua região

Cidades do ABC iniciam vacinação de crianças contra a covid

Nesta primeira etapa, as vacinas serão aplicadas de forma prioritária em crianças com comorbidades, mediante a apresentação de documentação comprobatória. Foto: Ricardo Cassin/PMSBC
Nesta primeira etapa, as vacinas serão aplicadas de forma prioritária em crianças com comorbidades, mediante a apresentação de documentação comprobatória. Foto: Ricardo Cassin/PMSBC

Os pais de crianças com comorbidades devem apresentar comprovante da condição dos filhos, por meio de receitas de medicamentos, relatório médico ou exames. Além disso, para realização do agendamento

Santo André e São Bernardo iniciaram, nesta sexta-feira (14), a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos contra a covid-19. A imunização foi possível após a entrega, ainda nesta sexta, de doses do imunizante pediátrico da Pfizer.

Em Santo André, a primeira criança vacinada foi a índia Ana Sofhia Freire Silva, de 7 anos, moradora da Vila Guiomar. A garota foi imunizada no Reabilita (Centro Especializado de Reabilitação Física, Intelectual, Auditiva e Visual), localizado no bairro Campestre.

“Mais um importante passo na imunização da nossa gente. Com a chegada do imunizante infantil, Santo André já iniciou a aplicação nas crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiência, além de indígenas e quilombolas. A vacina salva vidas e tem nos ajudado a resistir à pandemia”, destacou o prefeito Paulo Serra.

Para a criança receber o imunizante é necessário realizar pré-cadastro no site https://vacinaja.sp.gov.br/ e depois fazer agendamento no site psa.santoandre.br/vacinacovid, que indicará data, local e horário da vacinação.

SÃO BERNARDO

A primeira criança a receber a dose em São Bernardo foi a pequena Rafaela Kimeri Franchini, de 11 anos, diagnosticada com síndrome de Down, na UBS Baeta Neves. A cidade recebeu 4.408 vacinas pediátricas.

Muito corajosa, a primeira vacinada Rafaela não chorou e disse que estava bastante ansiosa para este momento. Os pais acompanharam a garotinha e se emocionaram com a imunização da filha. “Não dá para falar ainda em vida normal porque estamos vendo que a pandemia não acabou, mas já dá para ter um pouco mais de esperança de que vamos vencer esta batalha”, declarou o pai, Marcelo André Franchini, que segurou a criança no colo no momento da vacina.

Além de Rafaela, mais oito crianças com comorbidades receberam a primeira dose da proteção contra o  novo coronavírus. A aplicação para as demais crianças terá início na próxima segunda-feira (17/01), nas 33 Unidades Básicas de Saúde, das 8h às 11h. Para a imunização, é necessário realizar o agendamento prévio, já disponível no site da Prefeitura www.saobernardo.sp.gov.br/web/coronavirus ou por meio do app São Bernardo na Palma da Mão.

Nesta primeira etapa, as vacinas serão aplicadas de forma prioritária em crianças com comorbidades, mediante a apresentação de documentação comprobatória.

Secretário de Saúde de São Bernardo,  Geraldo Reple Sobrinho, explicou como será o processo de imunização do público infantil. “O público-alvo desta faixa etária é composto por 74.500 crianças. Cerca de 10% delas apresentam comorbidades. A medida em que o município for recebendo os lotes, novos grupos serão contemplados, como foi feito durante todo o processo de imunização”, destacou Reple.

SÃO CAETANO

A Prefeitura de São Caetano começará a vacinar crianças contra a covid-19 na próxima segunda-feira (17).  O primeiro grupo a ser vacinado será o de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades.  O agendamento será neste sábado (15), exclusivamente pelo site https://portais.saocaetanodosul.sp.gov.br/sesaud-agendamentos, – a abertura será informada nas redes sociais da Prefeitura tão logo o sistema estiver disponível.

MAUÁ

A Prefeitura de Mauá informou que dará início à vacinação em crianças na próxima segunda-feira (17). A aplicação ocorrerá de segunda a sexta, das 9h às 16h, em cinco escolas municipais. A medida visa evitar a circulação do público-alvo no ambiente das UBSs em meio ao aumento de casos de covid e síndrome gripal respiratória.

Confira as escolas e endereços

E.M. José Tomaz Neto (Av. Dom José Gaspar, 1.049, Matriz)
E.M. Lysiane Pereira Galvão (Rua Pátria, 237, Vila Magini)
E.M. Lucinda Petigossi Castabelli (Av. Presidente Castelo Branco, 1.807, Jardim Zaíra)
E.M. Chico Mendes (Rua Ivan Bernardo da Silva, 43, Jardim Flórida)
E.M. Galdino de Jesus dos Santos (Rua João Batista Pântano, 180, Jardim Canadá)

DIADEMA

A imunização de crianças também terá início na segunda em Diadema. Na cidade a vacinação será feita nas 20 UBSs  por livre demanda, ou seja, não é necessário agendamento prévio.  Confira os endereços da imunização em http://www.diadema.sp.gov.br/secretaria-saude/26592-conheca-os-locais-de-vacinacao-para-covid-19.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Os pais de crianças com comorbidades devem apresentar comprovante da condição dos filhos, por meio de receitas de medicamentos, relatório médico ou exames. Além disso, para realização do agendamento, a criança precisa deve possuir CPF. Para agilizar o atendimento, é recomendável que seja realizado o pré-cadastro no site do Vacina Já (www.vacinaja.sp.gov.br), do Governo do Estado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*