Minha Cidade, Sua região

Chuva provoca destelhamento, queda de árvores, muro e deslizamento no ABC

Foto: Reprodução Cidade Alerta

A chuva forte que caiu em Mauá, Santo André e São Bernardo provocou destelhamentos, alagamentos, deslizamento de terra, queda de árvores e de um muro da empresa Ambev, localizada em Mauá. Não houve feridos.

A chuva atingiu principalmente a região central de Mauá. Segundo a prefeitura, seis casas foram destelhadas e três árvores foram derrubadas durante o temporal. Também foi registrado desmoronamento na rua Francisco Benedete, no Jardim São Judas. Até o fechamento da edição não havia informações sobre vítimas.

A área ao redor do Teatro Municipal ficou alagada. Na Câmara Municipal, carros ficaram submersos. Também houve a queda de um muro da Ambev que deixou os funcionários isolados dentro da empresa por causa da lama e do alagamento no entorno do local.

A enchente interrompeu a circulação de veículos na alça de acesso ao rodoanel, na avenida João Ramalho, que dá acesso á cidade. Em Santo André, um grande alagamento foi registrado na avenida dos Estados.

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), Ribeirão Pires e Mogi das Cruzes também foram atingidas pelas chuvas fortes.

O temporal provocou problemas na linha 10-turquesa dos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que liga o Brás (centro de São Paulo) a Rio Grande da Serra, impedindo a circulação entre as estações Capuava e Santo André, e depois entre as estações Santo André e Rio Grande da Serra.

A Ambev informou que, por conta das fortes chuvas na região de Mauá, “houve pequenas avarias no telhado e no muro do nosso Centro de Distribuição”. Segundo a empresa, ninguém se feriu. “Reforçamos que prezamos pela integridade e saúde dos nossos colaboradores e da comunidade. A operação não foi afetada e já estamos tomando as medidas cabíveis para reparar os danos materiais”, informou a companhia.

Próximos dias

Hoje (28) será ensolarado e com forte calor. A partir do fim da tarde há potencial para pancadas isoladas de chuva. A máxima alcança facilmente os 34°C, enquanto que a mínima fica em torno dos 23°C. Na quinta-feira (29), o sol e o calor não dão trégua. Apesar do aumento da nebulosidade no final da tarde não há expectativa de chuva. Os termômetros variam entre 22°C e 35°C, e os menores índices de umidade oscilam abaixo dos 30%.

um comentário

  1. Deu para ver que o ABC ainda não está preparado para temporais como esse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*