Economia, Notícias

Chegou a lista de material escolar de seu filho? Então vamos conversar

Família & Finanças
Sérgio Biagioni Junior

Por Sérgio Biagioni Junior

Caro (a) leitor (a), está chegando a época do ano na qual as escolas começam a enviar as temidas listas de material escolar de nossos filhos para o próximo ano letivo.

Tudo bem que, neste ano, as coisas estão bem diferentes, mas uma coisa é certa: as listas fatalmente chegarão até nós.

Temos de destacar e reconhecer que, em função da indefinição do formato das aulas para 2021, as escolas reformularam suas listas, reduzindo-as e até mesmo eliminando diversos itens de papelaria, como tintas, pincéis, massa de modelar. Nota-se foco na reposição dos materiais indispensáveis à continuidade das aulas, mesmo em ambiente online.

Neste momento, os pais começam a pesquisar preços e verificar o que pode ser reutilizado do ano passado. Afinal, de fato, nunca se sabe o que realmente foi utilizado da lista do ano anterior.

Como já é de conhecimento popular, pesquisar é a melhor alternativa, pois os preços de um mesmo item podem variar muito de uma loja para outra.

Entre os dias 17 e 19 de novembro, a Fundação Procon-SP (www.procon.sp.gov.br) realizou pesquisa de forma virtual de preços de material escolar, pois grande parte dos pais comprarão estes produtos pela internet. Nesta pesquisa, acredite ou não, foram identificadas diferenças de preço de até 174%. Isso mesmo, 174%.

Portanto, antes de iniciar isoladamente as compras de material escolar para 2021, tente participar de grupos de pais que precisam adquirir os mesmos itens, ou seja, busque a compra coletiva.

Naturalmente, comprando em quantidades maiores, preços e descontos são mais interessantes do que em compras unitárias.

Quanto aos livros didáticos que serão utilizados no ano seguinte, procure conhecer pais ou mães de alunos que, em 2020, cursaram o mesmo ano que seu filho cursará em 2021. Há sempre a possibilidade de tentar trocar o livro ou mesmo comprá-lo por um valor inferior ao do livro novo.

Sua atenção também deve ser muito grande caso opte por realizar as compras pela internet, pois os golpistas digitais se aperfeiçoaram e estão extremamente atentos e aptos a enganar as pessoas e tirar provento de forma ilícita.

Lembre-se de considerar o custo do frete no valor total da compra, o que pode alterar consideravelmente uma boa promoção.

Boa sorte!

Ficou com alguma dúvida? Envie uma mensagem que eu esclareço. Meu e-mail é: falandofacil123@gmail.com.

Sérgio Biagioni Junior trabalhou mais de 25 anos no mercado financeiro, é formado em Adm de Empresas, Pós Graduado em Banking, MBA em Controladoria e Custos. Cursa Pós Graduação na PUC-RS em Planejamento Financeiro e Finanças Comportamentais. Atualmente é Mentor e Planejador Financeiro especializado em Profissionais Liberais, Pessoas Físicas e Finanças Familiares.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*