Brasileirão, Esportes

Ceni sofre 1ª derrota com São Paulo em Bragança e time perde embalo no Brasileiro

Ceni sofre 1ª derrota com São Paulo em Bragança e time perde embalo no Brasileiro
Luan Cândido comemora seu quarto gol com a camisa do Massa Bruta. Foto: Ari Ferreira/RBB

O São Paulo sentiu o peso dos desfalques de seus dois principais atacantes neste domingo (24), em Bragança Paulista, e perdeu a oportunidade de emplacar a segunda vitória consecutiva no Brasileiro. A derrota de 1 a 0 para o Red Bull Bragantino freou a tentativa de reação da equipe do Morumbi. Assim, o time segue estacionado nos 34 pontos. O time do interior chegou aos 46 e se igualou ao Flamengo e Palmeiras, que joga na rodada nesta segunda contra o Sport.

Embalado pela vitória no clássico diante do Corinthians, o time do técnico Rogério Ceni buscava novo triunfo para, além de se afastar da zona do rebaixamento, vislumbrar um outro objetivo: cavar um lugar na Libertadores.

Escalados como titulares, Luciano e Pablo passaram em branco e desperdiçaram a chance de dar um bico na má fase. No segundo tempo, os dois acabaram substituídos.

Aos 21 minutos, o São Paulo perdeu uma chance incrível pela imprecisão da dupla de atacantes. Luciano recebeu belo passe de Igor Gomes, ganhou do goleiro na dividida e, quando ia finalizar com o gol vazio viu Pablo entrar na jogada e chutar por cima.

Do lado do Bragantino, o garoto Helinho, que pertence ao São Paulo, foi o atacante mais efetivo. Pelo menos em duas oportunidades,  obrigou o goleiro Tiago Volpi a duas difíceis defesas.

No final do primeiro tempo, o São Paulo voltou a ser mais ofensivo e esteve muito perto de marcar duas vezes com Gabriel Sara. Na última delas, chutou e o lateral Luan Cândido salvou em cima da linha. Na etapa final, o Bragantino voltou mais ligado no jogo e chegou a abrir o marcador com Luan Cândido, mas o gol acabou invalidado pelo VAR, por impedimento.

Com grande potencial nas jogadas de bola aérea, Luan Cândido acabou premiado logo em seguida. Em escanteio da direita, o lateral subiu mais que Miranda e cabeceou no canto, sem chance de defesa para o goleiro Tiago Volpi, aos 11 minutos.

A desvantagem no placar fez Rogério mexer mais uma vez no time. No intervalo,o técnico havia colocado Igor Vinícius na vaga de Orejuela. Após o gol do Bragantino, o treinador tirou Pablo para entrada de Marquinhos e também sacou Rodrigo Nestor para escalar Vítor Bueno.

O São Paulo se lançou ao ataque e com isso passou a ficar exposto aos contra-ataques dos mandantes. Em um deles, Cuello teve liberdade para o arremate e acertou a trave do goleiro Tiago Volpi. O jogo ganhou em emoção. Marquinhos e Vítor Bueno perderam ótimas chances de igualar o marcador. Foi o momento de o goleiro Cleiton aparecer e garantir a vitória.

RED BULL BRAGANTINO 1 x 0 SÃO PAULO

Gols: Luan Cândido, aos 11 minutos do segundo tempo. Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG). Renda: R$ 139.385 (4.345 pagantes). Estádio: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

RED BULL BRAGANTINO

Cleiton; Weverton (Edimar), Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Luan Cândido; Jadsom Silva, Eric Ramíres (Luciano) e Pedrinho (Cuello); Artur, Hurtado (Alerrandro) e Helinho (Gabriel Novaes). Técnico: Maurício Barbieri.

SÃO PAULO

Tiago Volpi; Orejuela (Igor Vinícius), Miranda, Arboleda e Reinaldo; Liziero (Éder), Rodrigo Nestor (Vítor Bueno), Igor Gomes e Gabriel Sara; Luciano (Benítez) e Pablo (Marquinhos). Técnico: Rogério Ceni.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*