Esportes, Futebol

Catar confirma 1ª morte de trabalhador em obras da Copa por covid-19

Catar confirma 1ª morte de trabalhador em obras da Copa por covid-19
Obras da Copa concentram 10% dos casos de covid-19 no Catar, segundo estimativa. Foto: Reprodução/Comitê Supremo

A organização da Copa do Mundo de 2022, no Catar, confirmou nesta quinta-feira (25) a primeira morte por covid-19 entre trabalhadores das obras voltadas para o Mundial. O Comitê Organizador Local não revelou o nome da vítima fatal e nem deu detalhes sobre suas condições clínicas.

“Infelizmente, em 11 de junho de 2020, um engenheiro de 51 anos, funcionário da empresa Conspel, faleceu tragicamente depois de ter sido infectado pela covid-19”, informou a organização da Copa. Em comunicado, a organização revelou que o profissional não apresentava outros problemas de saúde.

“O trabalhador vinha recebendo tratamento intensivo no Hamad Hospital, seguindo as orientações do Ministério da Saúde Pública do Catar sobre prevenção e controle da covid-19. Atuava nos projetos do Supremo Comitê de Entrega e Legado desde outubro de 2019 e não apresentou outros problemas de saúde. Enviamos nossas mais profundas condolências a sua família e aos seus amigos neste momento difícil”, disse o Comitê.

A entidade responsável pela organização da próxima Copa do Mundo disse também que vinha tomando medidas preventivas contra a covid-19 seis semanas antes da detecção do primeiro caso entre trabalhadores dos canteiros das obras, em 13 de abril.

De acordo com dados oficiais, o Catar soma 91.838 infectados, com 106 mortes. Há suspeita de que cerca de 10% dos casos foram detectados entre trabalhadores das obras da Copa do Mundo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*