Editorias, Notícias, São Paulo

Carnaval no litoral terá mormaço e céu com muitas nuvens

Céu quase todo azul, sol escaldante e muito calor. Era assim que estava o litoral de São Paulo na manhã desta quinta-feira, 23 de fevereiro. Mas quem for passar o Carnaval nas praias paulistas não deve esperar por este cenário. Uma grande mudança no tempo está prevista e começa a acontecer já nesta sexta-feira (24).

A circulação dos ventos está mudando sobre São Paulo e volta a ser favorável a concentração de umidade e a formação de grandes nuvens.

Durante todo o Carnaval, ventos ciclônicos (no sentido horário) vão predominar em vários níveis da atmosfera sobre São Paulo e também em grande parte da Região Sudeste. Isso vai fazer com que uma grande quantidade de nuvens se forme também pelo litoral de São Paulo.

Durante o feriado  deve predominar é o mormaço e o céu com muitas nuvens. Nestas horas até vai dar para aproveitar a praia porque mesmo sem o sol forte, o Carnaval será bastante abafado.

Porém, o principal recado para quem vai para o litoral de São Paulo no Carnaval é que as pancadas de chuva com raios também voltam a ocorrer. As praias paulistas ficaram as duas últimas semanas praticamente sem chuva.

A previsão é de que estas pancadas de chuva ocorram todos os dias, em geram à tarde e à noite. A chuva pode se prolongar por algumas horas e pode ser forte. Além dos raios, é preciso ter atenção com fortes rajadas de vento.

Como perceber a chegada do temporal?

Olhando para as nuvens é possível perceber sinais de mudança tempo, da chegada de um temporal. Em geral, antes de a chuva chegar sobre algum lugar, aumenta a quantidade de outras nuvens que nem sempre são de chuva e tiram o espaço do sol. Rajadas de vento também podem anteceder um temporal. O trovão vem antes da chuva!

A chance de alguém ser atingindo diretamente por raio é baixa, em média menor do que 1 em 1 milhão. Os efeitos indiretos dos raios são os grandes causadores de vítimas fatais ou de graves sequelas. Um dos efeitos indiretos mais comuns é a parada cardíaca e respiratória.

Porém, estando na praia temos um grande aliado: o horizonte. É possível ver de longe se há nuvens carregadas vindo do mar ou se estão se formando sobre as áreas serranas e ameaçam avançar para a praia. Uma vez avistada uma nuvem carregada, escura, que se movimenta do mar para praia ou da serra, não espere a chuva chegar na praia! Saia do mar e da areia o quanto antes e procure abrigo em lugares seguros.

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*