Política-ABC, São Bernardo do Campo, Sua região

Carla Morando abre mão de carro oficial e lança abaixo-assinado em busca de apoio à iniciativa

Carla Morando abre mão de carro oficial e lança abaixo-assinado em busca de apoio à iniciativa
Carla: “acredito que quanto mais assinaturas tivermos, maior deve ser o retorno”. Foto: Anderson Amaral especial para o DR

A deputada eleita e primeira-dama de São Bernardo, Carla Morando (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (19) que não utilizará o carro oficial, bem como a gasolina, a que tem direito quando assumir cadeira na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) a partir de 2019.

Carla Morando pretende que mais parlamentares adotem seu posicionamento, compromisso assumido durante a campanha, e abram mão do carro oficial. Em entrevista ao Diário Regional, a tucana afirmou que tem entre seus objetivos principais como deputada propor ações para redução dos gastos públicos da Alesp, semelhante ao que foi implementado em São Bernardo.

“É importante que os deputados adotem medidas de contenção de gastos. Já conversei com alguns parlamentares que tenho contato. Minha ideia é que os deputados que morem a menos de 100 km da Alesp usem o próprio carro para trabalhar. Em São Bernardo deu certo medida semelhante com os carros oficiais”, destacou a tucana, ao complementar que, se os trabalhadores comuns utilizam meios próprios de locomoção até o serviço, os parlamentares também podem.

Carla lançou abaixo-assinado eletrônico para que a sociedade deixe seu apoio à medida e possa incentivar a adesão de outros parlamentares. “Não tenho uma estimativa de quantos deputados devam adotar minha iniciativa, mas acredito que quanto mais assinaturas tivermos, maior deve ser o retorno quando eu entregar na Alesp”, ressaltou.

Segundo Carla, dos 94 de­pu­tados eleitos, 59 moram a menos de 100 km da Alesp. “A economia seria de quase R$ 5 milhões com a medida, porque além da despesa com combustível tem a manutenção. Em todo o mandato (2019-2022), a redução deve chegar a R$ 20 milhões”, pontuou.

PAUTAS REGIONAIS

As pautas regionais também serão foco do trabalho de Carla na Assembleia Legis­lativa. A deputada eleita afirmou que durante a campanha conversou com associações comerciais e empresariais para que pudessem trazer as demandas da região.

“Foi muito positivo o retorno. Apesar de ainda faltar o segundo turno das eleições, já estamos estudando e fazendo o planejamento para atuação. Com certeza vou procurar os demais deputados do ABC. Sei que existem questões político-partidárias e que podem até não gostar de mim, mas quero me reunir independentemente do partido. Durante toda a campanha falei sobre a falta de representatividade do ABC tanto na Assembleia como na Câmara Federal e nós, eleitos da região, precisamos trabalhar para que te­nhamos políticas sérias em prol do ABC”, afirmou.

Carla Morando foi a única mulher eleita na região este ano. A tucana conquistou 89.636 votos, por todo o Estado, sendo 46.908 apenas em São Bernardo.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*