Copa do Brasil, Esportes

Carille estuda opções para substituir meia Jadson

Jadson saiu lesionado no início do segundo tempo da partida contra o São Paulo. Foto: ArquivoAssim como ocorreu no jogo de ida, em Porto Alegre, o Corinthians deverá enfrentar o Internacional, amanhã (19), em Itaquera, sem Jadson. A partida é válida pela Copa do Brasil. Poupado do primeiro duelo, o meia agora será desfalque por causa de uma torção no joelho direito, sofrida na vitória por 2 a 0 contra o São Paulo, no último domingo (16).

O craque sentiu a lesão logo no início do segundo tempo e teve de ser substituído. Clayton entrou em seu lugar e é um dos cotados para atuar contra o Inter. Camacho e Pedrinho também estão na disputa pela vaga e serão avaliados no treino de hoje no CT.

Correndo por fora aparece Marquinhos Gabriel. Embora, no empate por 1 a 1, no Beira-Rio, tenha sido o escolhido para ocupar o lugar de Jadson, o camisa 31 não correspondeu à expectativa, com uma atuação apática que destoou da boa exibição alvinegra.

Ainda que o departamento médico do clube não descarte a presença de Jadson diante do time gaúcho, é mais provável que o meia só volte a campo no domingo, novamente diante do São Paulo. “Ele (Jadson) vai fazer fisioterapia, ficar em repouso e tomar medicação. É preciso esperar a melhora clínica”, explicou o médico Ivan Grava.

O meia será avaliado hoje novamente, mas Fábio Carille não gosta de colocar seus jogadores em situação de risco, podendo perder o atleta para a sequência da temporada.

Sem o principal armador do time à disposição, Rodriguinho vai carregar maior responsabilidade no setor de criação do Corinthians na partida contra o Inter.

Mesmo com a boa fase vivida pelo camisa 26, o elenco alvinegro já lamenta a possível ausência de Jadson. “É um cara que controla muito bem o jogo, sabe a hora de acelerar, cadenciar. Perde um pouco, claro, é um grande jogador”, afirmou o centroavante Jô.

“Porém, nós já provamos outras vezes que quem entrou foi bem. Vai dar outra dinâmica ao time. Jadson, com certeza, faz falta. Se não puder jogar, te­re­mos jogadores capacitados”, acrescentou o atacante.
Após ajudar o Corinthians a dar rande passo rumo à final Paulista, Rodriguinho ganhou elogios de Fábio Carille, que lembrou da busca do meia por espaço na temporada passada.

“Rodriguinho passou pelo processo que faltou para alguns jogadores. Destacou-se muito no América-MG fazendo grandes jogos e o Corinthians foi buscá-lo. O time já tinha um grupo formado e ele teve paciência. No ano passado, com todas as mudanças, chamou a responsabilidade e foi um grande jogador. Conheceu bem o que é o Corinthians.”

Rivais

Corinthians e Ponte Preta largaram na frente na busca pelas vagas na final do Campeonato Paulista e encaminharam um duelo histórico depois de 40 anos. Os times – que venceram São Paulo e Palmeiras, respectivamente – ficaram frente a frente na decisão do estadual de 1977, quando a equipe corintiana quebrou um tabu de quase 23 anos sem títulos.

A final de 1977 foi decidida em três jogos. Naquela ocasião, Corinthians e Ponte Preta disputaram três jogos, todos no Morumbi. No primeiro, o time da Capital venceu por 1 a 0. O de Campinas conseguiu virar a segunda partida e, assim, levar a decisão pro terceiro duelo. Os rivais, então, entraram em campo na noite de 13 de outubro de 1977. O único gol do confronto foi marcado por Basílio, após bate-rebate na área – o camisa 8 pegou o rebote e balançou a rede ao chutar de primeira, colocando fim à fila.

Antes do início do Paulistão, os dois times não eram apontados com amplo favorito a chegar à decisão. O Corinthians foi chamado de “quarta força do estado”, o que está inclusive sendo usado como motivação para a equipe, e a Ponte chegou a ter uma fase complicada na competição, quando trocou de técnico.

Após a vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo,  Fábio Carille admitiu que a vantagem alvinegra é grande para a partida do domingo. “Fizemos muito bem a primeira parte da semifinal”, disse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*