Esportes, Libertadores

Candidatos a 6ª vaga na Libertadores têm desempenho de rebaixados na reta final

O Fluminense não vence no Brasileirão desde outubro. Foto:  Nelson Perez/FFCPrincipais candidatos à sexta vaga para a Copa Libertadores, Atlético-PR, Corinthians, Grêmio e Fluminense tiveram nos últimos quatro jogos desempenho de times que estão na zona de rebaixamento.

Atualmente na sexta colocação com 52 pontos, o Furacão somou quatro pontos neste período e teve aproveitamento de 33,3% – inferior ao do Inter, 17º colocado e na zona de descenso, que conquistou 37% dos pontos até agora na competição.

O Corinthians, que chegou a brigar pelo título, não vence há quatro partidas –são três empates e uma derrota – e está em sétimo lugar.
Mesmo assim, o clube continua dependendo apenas de seus resultados para conseguir a vaga na Libertadores – precisa vencer Internacional, Atlético-PR e Cruzeiro.

Das equipes que ainda almejam a vaga no campeonato continental, o Fluminense foi quem teve o pior desempenho. Desde que a Conmebol anunciou o aumento no número de vagas para a competição pelo Brasileiro no início de outubro, o clube não venceu mais – quatro derrotas e três empates – e caiu da quinta para a nona posição. Nas últimas quatro partidas, somou três pontos.

Com o pífio desempenho desses times, outros considerados fora da disputa ou até que brigavam contra a queda hoje têm chances de vaga.

Grêmio e Chapecoense – que, respectivamente, estão na final da Copa do Brasil e semifinal da Sul-Americana, torneios que garantem ao campeão lugar na Libertadores – viraram candidatos, apesar de estarem concentrados em outras competições.
Com 47 pontos, o Cruzeiro, que até recentemente esteve ameaçado pelo rebaixamento, é outro que tem chances de alcançar a sexta colocação e a classificação.

Palmeiras, Santos, Flamengo e Atlético-MG estão classificados, mas um deles terá de jogar a pré-Libertadores. O Verdão é o único já garantido na fase de grupos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*