Editorias, Notícias, Saúde e Beleza

Campanha de Multivacinação termina hoje

Campanha é direcionada a menores de 5 anos, crianças e jovens de 9 a 15 anos incompletos . Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Pais e responsáveis têm até esta sexta-feira (30) para levarem crianças e adolescentes nos 36 mil postos e salas de vacinação de todo o país. A Campanha Nacional de Multivacinação, que está sendo realizada desde o dia 19, termina hoje (30). Fazem parte do público-alvo, crianças de até cinco anos de idade ou entre 9 e 15 anos. O público destas faixas-etárias devem comparecer aos postos para verificar se há doses em atraso ou vacinas que devem ter o esquema iniciado.

Balanço parcial da campanha, referente apenas às crianças até 5 anos, aponta que já foram aplicadas cerca de 2,9 milhões de doses. Vale ressaltar que o balanço referente aos adolescentes e crianças de nove anos ainda não está concluído. Somente no último sábado (24), durante o Dia “D” de mobilização, mais de 656 mil vacinas foram administradas. O Dia “D” é realizado todos os anos, sempre aos sábados, e tem como objetivo dar mais uma oportunidade aos pais e responsáveis de garantirem a proteção das crianças e adolescentes.

Neste ano, a mobilização envolveu mais de 350 mil profissionais de saúde em todo o país, além de 42 mil veículos, para assegurar a vacinação em locais de difícil acesso. Estão disponíveis vacinas para tuberculose, rotavírus, sarampo, rubéola, coqueluche, caxumba, HPV, entre outras. Vale esclarecer que essas vacinas continuam disponíveis durante todo o ano, pois fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação.

Doses

Para a realização da campanha, o Ministério da Saúde enviou aos estados 19,2 milhões de unidades extras de 14 vacinas. Ao todo, foram distribuídas às unidades da federação 26,8 milhões de doses, que servem tanto para a vacinação de rotina do mês de setembro (7,6 milhões) quanto para a campanha (19,2 milhões).

Para reforçar a mobilização, o Ministério da Saúde lançou campanha publicitária com o slogan “Todo mundo unido, fica mais protegido”. A campanha já está sendo veiculada na televisão, rádio e internet, com vídeos, banners, cartazes, jingles e filme especial com a participação do grupo Carreta Furação. Com a campanha de vacinação, o Ministério espera a redução das doenças imunopreveníveis no país e diminuir o abandono à imunização. Como a vacinação será de forma seletiva para a população alvo, não há meta a ser alcançada.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*