Política-ABC, São Caetano do Sul, Sua região

Câmara de São Caetano adota sistema de votação eletrônica em suas sessões

Os vereadores puderam realizar a votação das matérias que constavam na ordem do dia por meio de computadores, Foto: Divulgação
Os vereadores puderam realizar a votação das matérias que constavam na ordem do dia por meio de computadores, Foto: Divulgação

A Câmara de São Caetano retornou às suas sessões ordinárias nesta terça-feira (2) trazendo para o plenário, pela primeira vez na Casa, a votação de seus projetos na pauta da ordem do dia de forma eletrônica.

O poder Legislativo sul-caetanense adotou para as suas sessões legislativas  sistema eletrônico de registro e exibição de votação, sendo mais um passo em direção da modernização da Casa, além de trazer mais transparência e eficiência aos trabalhos.

Os vereadores puderam realizar a votação das matérias que constavam na ordem do dia por meio de computadores, sendo o voto de cada um mostrado em um monitor colocado no plenário, evitando-se quaisquer dúvidas provenientes da votação. Treinamentos foram realizados para que os vereadores se familiarizassem com o novo sistema.

Ordem do dia

Na pauta da ordem do dia foram aprovados, em segunda discussão, os projetos do vereador Jander Lira (PSD), que altera a lei nº 5.488, de 17 de março de 2017, que dispõe sobre a utilização dos poços artesianos e bicas de água, localizados em São Caetano do Sul, e do vereador Ubiratan Figueiredo (PSD), que proíbe a venda de animais domésticos vítimas de maus-tratos na cidade. A vereadora Bruna Biondi (Psol), apresentou uma emenda ao projeto de Ubiratan, sendo essa rejeitada.

O projeto do vereador Marcos Fontes (PSDB), que dispõe sobre a utilização de sinais sonoros adequados para alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA), nas escolas públicas e particulares de educação infantil de São Caetano do Sul, saiu da pauta após pedido de vistas por três sessões, feito pelo vereador Gilberto Costa (Avante), ser aprovado pelo plenário.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*