Política-ABC, São Bernardo do Campo, Sua região

Câmara de São Bernardo aprova doação de área para sede do Ministério Público

Câmara de São Bernardo aprova doação de área para sede do MP
Morando firmou compromisso para cessão da área em reunião com Gianpaolo Smanio (e). Foto: Divulgação

A Câmara de São Bernardo aprovou nesta quarta-feira (26) projeto do Executivo que autoriza a doação de terreno de propriedade da prefeitura para instalação de sede própria do Ministério Público, incluindo a Promotoria de Justiça da cidade. A propositura contou com 25 votos favoráveis.

Atualmente, o expediente do Ministério Público ocorre em uma sala do Fórum do município, situado no Jardim do Mar. “O Ministério Público tem exercido um tra­balho fundamental na nossa cidade. Essa possibilidade de construção da sede do órgão em São Bernardo vai auxiliar ainda mais a atuação das promotorias”, afirmou o prefeito Orlando Morando (PSDB).

O texto aprovado efetiva a cessão de área de 2.540 m², localizada na Rua Túnel, no bairro Anchieta, para que Fazenda do Estado de São Paulo dê sequência no processo para construção do prédio. O terreno era ocupado pelo Grupo Escoteiro Caoquira.

Com a medida, a adminis­tração municipal cumpre compromisso firmado por neste mês pelo prefeito, durante reunião com o Procurador-Geral de Justiça, Gianpaolo Smanio. Segundo a prefeitura, o projeto terá início nos próximos meses.

PARCERIAS

A Prefeitura de São Bernardo tem trabalhado em conjunto com diversas esferas públicas para viabilizar parcerias em prol da melhoria de serviços da cidade. Um dos exemplos é a instalação do primeiro Centro de Operações Integradas (COI) do ABC, parceria com o governo do Estado reunirá no mesmo local a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, o DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais), a Defesa Civil e a GCM. O espaço que abrigará o COI, localizado na Avenida Redenção, foi cedido pelo município.

Print Friendly, PDF & Email

2 Comentários

  1. Quem ocupava o território, um grupo de escoteiros?

  2. O MP tem verba pra comprar um terreno/imóvel, já o Grupo Escoteiro não tem. Baita desserviço do prefeito aos escoteiros e jovens da cidade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*