Minha Cidade, Ribeirão Pires, Sua região

Cai para 59% taxa de ocupação da enfermaria do hospital de campanha de Ribeirão Pires

Durante todo o mês de março o equipamento operou com 100% de ocupação. Foto: Divulgação
Durante todo o mês de março o equipamento operou com 100% de ocupação. Foto: Divulgação

Após um mês de março que beirou o esgotamento do sistema de saúde, Ribeirão Pires começa a registrar dias menos turbulentos. As medidas mais rigorosas de restrição determinadas pelo governo do Estado, somadas à antecipação de feriados municipais, parecem começar a surtir efeitos. Na semana passada, entre 28 e 21 de março, a cidade registou a menor média de infectados por dia, 22, sendo 46% menor que a primeira semana do mês (entre 1 e 6 de março), quando a média foi de 41 infectados diariamente.

Hoje, a enfermaria do hospital de campanha está com 59% de ocupação e a emergência 82%. Durante todo  março o equipamento operou com 100% de ocupação, engrossando a fila por vagas de leitos na CROSS (Central de Regulação de Vagas do Governo do Estado), que chegou a ter 23 pessoas no dia 15 de março. Hoje, seis pessoas aguardam por vagas no sistema.

A cidade registra 5.037 casos da doença, com 224 mortes. Na fila da CROSS, 40 pessoas foram a óbito. Até o momento, 13.534 pessoas já receberam a primeira dose da vacina e 5.608 receberam a segunda dose.

“Estamos longe, muito longe de uma situação tranquila. O quadro ainda é preocupante. Porém, os números estão mostrando que as medidas por nós adotadas, somadas ao esforço coletivo, já apresentam resultados. Precisamos nos manter alertas, pois esse índices podem mudar de uma hora para a outra”, observou o secretário de Saúde, Audrei Rocha.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*