Uncategorized

Cai distância entre públicas e privadas em prova de cursos médicos

A distância entre faculdades de medicina públicas e privadas diminuiu de 2016 para 2017 de acordo com exame do Cremesp (Conselho Regional de Medicina de São Paulo).
A prova é aplicada aos egressos do 6º ano do curso. Embora a participação seja facultativa, a nota é utilizada em seleções para residências e vagas em alguns hospitais.

Em 2017, participaram da avaliação 2.636 formandos. A aprovação entre os que estudaram em instituições particulares ficou em 56,8%. Em 2016, o índice havia sido de 33,7%

Entre as públicas, o índice, que já era maior, também avançou, passando de 62,2% para 79,7%. Com isso, a diferença caiu de 28,5 pontos percentuais para 22,9.

No total, 64,6% dos participantes foram aprovados, maior proporção já registrada no exame, que é aplicado há 13 anos. Em 2016, o indicador ficou em 43,6%.

Para passar na prova, é preciso acertar ao menos 72 de 120 das questões (60%).
As questões abrangem as áreas de clínica médica, clínica cirúrgica, pediatria, ginecologia, obstetrícia, saúde pública, epidemiologia, saúde mental, bioética e ciências básicas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*