Editorias, Notícias, Política

Brasil não pode viver do pessimismo, diz Temer em fábrica em Pernambuco

Brasil não pode viver do pessimismo, diz Temer em fábrica em Pernambuco
Em Xique-Xique (BA),Michel Temer afirmou que sem aplausos do povo, não é possível governar. Foto: Beto Barta/PR

Demonstrando disposição cada vez maior em disputar a Presidência da República, o presidente Michel Temer afirmou nesta terça (23), em Goiana, no Grande Recife, que o Brasil não pode viver do pessimismo. “O Brasil não pode viver do pessimismo. Precisa viver do otimismo”.

O emedebista falou para uma plateia de cerca de 200 funcionários do polo automotivo da Jeep, da Fiat Chrysler Automobiles (FCA). Temer manteve o discurso da prosperidade econômica que repetiu em viagens anteriores e afirmou que o Brasil é um país confiável.

Em clima de campanha, Temer andou pela fábrica num carrinho elétrico e apertou as mãos dos funcionários que estavam na linha de montagem.
Acompanhado dos ministros Henrique Meireles (Fazenda), Mendonça Filho (Educação) e Fernando Coelho Filho (Minas e Energia), o presidente disse que o crescimento voltou.

“É possível confiar no país. Vocês sabem que aqui no Brasil, a Bolsa de Valores, por exemplo, é o termômetro da confiança. Quando nós chegamos ao governo, a Bolsa atingiu o pico de 42 mil pontos. Hoje, atingiu o pico recorde de 87 mil pontos.”

O peemedebista fez questão de ressaltar o cenário negativo que encontrou quando chegou à Presidência. Destacou que pegou o país com 14 milhões de desempregados. “Caiu sensivelmente. Depois de vencer aquela recessão, nós abrimos 1,5 milhão de postos de trabalhos”, pontuou.

Protesto

Michel Temer chegou de helicóptero à fábrica da FCA e não viu o protesto de integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) que interditou a BR-101 nos dois sentidos, em Goiana.
Mais cedo, durante inauguração de uma obra de irrigação num povoado de Xique-Xique (BA), o presidente afirmou que sem aplausos do povo, não é possível governar.

Temer surpreendeu ao pedir que a população se aproximasse do palco durante a inauguração de uma obra de irrigação num povoado de Xique-Xique (BA), a 590 km de Salvador.

O Projeto de Irrigação do Baixio Irecê já estava com o canal de 42 quilômetros construído havia mais de quatro anos. A obra começou em 1999 e foi tocada por três empreiteiras diferentes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*