Editorias, Notícias, Política

Bolsonaro lidera; Ciro, Alckmin e Marina empatam tecnicamente em segundo, mostra Ibope

Bolsonaro lidera e três empatam em segundo, mostra Ibope
Em eventual segundo turno, Bolsonaro perderia para Ciro Gomes, por 44% a 33%. Foto: Arquivo

Pesquisa Ibope/TV Globo/Estado divulgada nesta quarta-feira (5) traz o candidato Jair Bolsonaro (PSL) como líder da corrida presidencial, com 22% das intenções de voto, dois pontos porcentuais a mais que o levantamento anterior, realizado há duas semanas. É a primeira pesquisa após o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) barrar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Em segundo lugar há um empate técnico triplo entre Marina Silva (Rede), com 12%, Ciro Gomes (PDT), também com 12%, e Geraldo Alckmin (PSDB) com 9%. Fernando Haddad (PT), provável substituto de Lula, está com 6%, tecnicamente empatado com Alckmin, já que a margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

Comparando com a pesquisa do dia 20 de agosto, Ciro Gomes subiu três pontos, estava com 9%; já Marina Silva se manteve com 12%. A intenção de votos em Alckmin, que conta com quase metade do tempo do horário eleitoral gratuito e representante da maior coligação da disputa, subiu dois pontos porcentuais (tinha 7% na pesquisa anterior).

Em terceiro, empatados com 3%, aparecem Alvaro Dias (Podemos) e João Amoêdo (Novo). Henrique Meirelles (MDB) tem 2%. Já os candidatos Guilherme Boulos (PSOL), Vera Lúcia Salgado (PSTU) e João Goulart Filho (PPL) têm 1% cada.

Cabo Daciolo (Patriota) e Eymael (DC) não pontuaram na pesquisa. Brancos e nulos somam 21%. Outros 7% não souberam ou preferiram não responder.

SEGUNDO TURNO

Em simulação de um eventual segundo turno, Bolsonaro seria derrotado por Ciro (44% a 33%), Alckmin (41% a 32%) e Marina (43% a 33%). Teria empate técnico com Haddad (36% contra 37% do candidato do PSL).

O Ibope também mediu a taxa de rejeição dos candidatos. Bolsonaro foi líder, com 44%; seguido por Marina, com 26%; Haddad, 23%; Alckmin, 22%; Ciro, 20%; Meirelles, 14%; Cabo Daciolo, 14%; Eymael, 14%; Alvaro Dias, 13%; Boulos, 13%; Vera, 13%; Amoêdo, 12%; e Goulart Filho, 11%.

O Ibope ouviu 2.002 eleitores, em 142 municípios, entre os dias 1º e 3 de setembro. A margem de erro do levantamento é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%. Segundo o Ibope, a pesquisa retrata o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o protocolo BR‐05003/2018. (Reportagem Local e Agências)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*