Arte & Lazer, Literatura

‘Betinho, o Porquinho Cenógrafo’ trata de forma simples e direta sobre bullying

Elisandra, durante lançamento do livro na livraria Eureka, em Rio Claro. Foto: DivulgaçãoBullying. De um lado a imposição do poder por meio de ameaças constantes, insultos, agressões e humilhações. Do outro, a vítima, que na maioria das vezes sofre calada, em meio à dor, angústia e o medo.

A violência dentro da escola, seja física ou psicológica, está sempre presente nas mídias, em especial nas redes sociais. A competitividade e a banalização da violência são os combustíveis para a prática, que em boa parte das vezes acontece de forma velada.

Para tratar do tema de forma simples, para que a garotada entenda o que é bullying e quais suas consequências, a escritora rio-clarense Elisandra Pauleli escreveu o livro infantil “Betinho, o Porquinho Cenógrafo”, publicado pela Editora Chiado. “Trabalho em escolas e, devido à convivência, decidi desenvolver um trabalho sobre bullying, que é o tema do meu livro infantil”, destacou Elisandra, que recebeu prêmios por projetos direcionados ao combate ao bullying, tanto no ambiente escolar, quanto de trabalho e familiar.

Segundo a escritora, o bullying é uma violência caracterizada como intencional e repetitiva, com intuito de agredir a vítima. Por isso, os pais devem ficar atentos à mudança de comportamento e atitudes dos filhos, como falta de apetite, desculpas para não ir à escola, objetos que significam importantes sumirem de repente. “Existem casos e casos, mas a boa conversa e a intermediação da harmonia deve prevalecer, pois, do contrário, quem mais perde são as crianças”, afirma.

Na obra, Elisandra, que participa da programação da radio Web FMG do radialista Flavio Martinez Guebara, de Diadema, oferece aos leitores um panorama fiel das situações de bullying nas escolas, trabalhando temas como tolerância com as diversidades, respeito à dignidade humana e valorização. “Betinho, o Porquinho Cenógrafo” traz ao mundo das crianças a realidade do bullying e do preconceito, com o intuito de informar e alertar a todos sobre esse tipo de comportamento.

Sinopse

Betinho era um porquinho feliz, que gostava muito de música e artes.
Porém, na escola, encontrava dificuldade em fazer amigos, pois o julgavam diferente, só porque apreciava se vestir com roupas coloridas.

Tudo mudou quando a direção da escola ficou sabendo o que estava acontecendo, por meio dos próprios alunos, que recusaram a ajuda de Betinho na produção do cenário da peça que encenariam. Com a aprovação de professores e da diretoria, Betinho pôde mostrar seu talento criando um cenário original, que despertou em todos a vontade de participar, e provou que a maneira de se vestir não fazia dele um mau colega de classe.

Serviço – “Betinho, o Porquinho Cenógrafo” está à venda no site da Editora Chiado. Valor: R$ 33. www.chiadoeditora.com/livraria/betinho-o-porquinho-cenografo. Livraria Cultura: www.livrariacultura.com.br/busca?N=0&Ntt=betinho%2Co+porquinho+cenografo

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*