Mauá, Política-ABC, Sua região

Baseado em ‘critérios técnicos, mas também políticos’, socialista anuncia cinco secretários

O deputado es­tadual e prefeito eleito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), apresentou ontem (7) os primeiros cinco secretários de seu governo, que terá início no dia 1º de janeiro. Outros dois anúncios devem ser feitos até o final do ano para completar o primeiro escalão.

O socialista afirmou que suas escolhas foram baseadas em “critérios técnicos, mas aliando também as questões políticas”. O primeiro anúncio contempla três partidos – PDT, PEN e PSD – que apoiaram Jacomussi no primeiro e segundo turnos da eleição municipal.

As pastas foram escolhidas para o primeiro anúncio porque, segundo Atila, demandam ações emergenciais. “Todos já trabalham em cima do nosso plano de governo e organizam ações para corrigir o que não funciona direito. São profissionais capacitados, com experiência em administração pública e que conhecem nosso projeto”, comentou.

Principal fonte de reclamações no município, a Saúde será administrada pelo consultor em gestão pública Márcio Chaves Pires (PSD), quinto colocado no primeiro turno e que aderiu à campanha do socialista na segunda parte da disputa eleitoral. Militante histórico do PT, do qual saiu em setembro do ano passado, Chaves já foi vereador, vice-prefeito e secretário da mesma pasta.

“Quando colocam um aba­caxi na sua frente é preciso ter uma faca afiada”, afirmou Chaves, ao comentar os desafios que enfrentará na pasta.

Jacomussi também confirmou os nomes do vereador eleito Francisco de Carvalho Filho, o Chico do Judô (PEN), para Serviços Urbanos; do empresário Cláudio Donizeti (PDT) para o comando da pasta de Segurança Alimentar; do administrador Valtemir Pereira para a Secretaria de Finanças; e de sua esposa, Andreia Rolim Rios, para a presidência do Fundo Social de Solidariedade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*