Esportes, Futebol, Paulistão

Baptista: ‘Palmeiras está bem servido na posição de Valdívia’

Baptista negou a procura, mas elogiou Valdívia: “É um fazedor de gols”. Foto: Cesar Greco/Agência PalmeirasEm meio à disputa com o Corinthians pela contratação do meia-atacante Valdívia, do Internacional, o técnico Eduardo Baptista afirmou não estar preocupado com um reforço para a posição do jogador. Para o treinador, o Palme­iras es­tá bem servido.

“Não houve nada (com Val­dívia), até porque na posição do Valdívia estamos muito bem servidos, tanto de meias, quanto de jogadores que atuam pelo lado. Não é uma posição que nos preocupa, uma posição para a qual estamos atrás de reforços”, disse Baptista, durante participação no Jogo Aberto, da Band.

Apesar de negar a procura, Baptista elogiou Valdívia. “O Valdívia joga bem em qualquer time brasileiro. Teve uma lesão recente, mas ainda é jovem. Um jogador importante, de qualidade, fazedor de gols. Interessa a qualquer time.”

O Corinthians esteve próximo de acertar com o Internacional a troca do meia por Giovanni Augusto. Porém, o corintiano não aceitou ser trocado pelo colorado. Para o alvinegro, há agora duas possibilidades: envolver outro jogador na troca ou adquiri-lo por empréstimo, por meio de investimento.

Além de Giovanni Augusto, um possível nome a ser cedido ao Internacional é o do atacante Guilherme, que não tem espaço nos planos do técnico Fábio Carille.

Interesse

Paralelamente, na última segunda-feira, tornou-se público o interesse do Palmeiras pelo jogador colorado. A negativa de Giovanni Augusto em deixar o Corinthians, formalizada ontem, aumentou as possibilidades de o rival em ficar com Valdívia. O alviverde foi procurado pelos agentes do atacante nos últimos dias e gostou do nome.

Porém, as tratativas também não avançaram. O clube gaúcho demonstrou interesse por Rafael Marques, mas os paulistas não estão dispostos a ceder o atacante.

Além disso, o relacionamento entre as diretorias alvinegra e alviverde é bom, e o Palmeiras entendeu que não valeria a pena atravessar a negociação.

 

Prevendo a saída de Mina em janeiro, técnico diz que zagueiro Luan é reposição

O técnico do Palmeiras, Eduardo Baptista, ouviu da diretoria que nenhum jogador do atual elenco vai deixar o clube e ir para o exterior até o final desta temporada. Segundo o treinador, porém, é certo que, na janela de transferências de janeiro de 2018, o zagueiro colombiano Mina é um dos fortes candidatos a se mudar para o Barcelona, da Espanha.

Por isso, o Palmeiras já está se mexendo e deixou encaminhada, com a ajuda da patrocinadora Crefisa, a contratação do zagueiro Luan, do Vasco. A assinatura depende da aprovação nos exames médicos.

“Eu conhecia o Mina no ano passado e observo que, neste ano, está melhor fisicamente e adaptado ao Brasil. O Vitor Hugo é a mesma coisa. A vinda do Luan visa suprir essa lacuna que possa existir no ano que vem”, disse Baptista, à Band.

Recentemente, a Crefisa já havia bancado a contratação de outros atletas para o clube, como Willian, Guerra e Borja.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*