Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

Banco de leite do HMU de São Bernardo conquista dois prêmios

Premiações atestam o compromisso do HMU com os recém-nascidos da unidade. Foto: DivulgaçãoO Hospital Municipal Universitário (HMU) de São Bernardo foi reconhecido em duas categorias nesta sexta-feira (19), do “Prêmio Paulista de Banco de Leite”, realizado pela Secretaria de Saúde do Estado, no auditório do Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros, no Belenzinho, em São Paulo. O equipamento de São Bernardo concorreu com 57 bancos de leite do Estado de São Paulo e foi premiado duas vezes, como melhor “Volume de leite coletado” e “Volume de leite distribuído”.

A diretora do HMU, Dra. Mônica Carneiro, e a responsável técnica do banco de leite, Nerli Pascoal Andreassa, receberam os prêmios e ressaltaram a importância da doação e do trabalho que é realizado na unidade. “O leite humano não está disponível no mercado para comprar. É necessário unir esforços para fazer com que chegue até quem precisa. Receber esses dois prêmios fez a gente ter mais certeza de que São Bernardo e o HMU estão realizando um trabalho que ajuda a salvar a vida de muitos bebês”, destacou Nerli.

Mônica Carneiro ressaltou, também, que desde que o banco de leite foi inaugurado, em 1999, cerca de 17 mil bebês já foram beneficiados. “Desde o princípio realizamos trabalho específico para atender esses bebês. Oferecemos um leite seguro, correto, adequado e que respeita todos os processos de higiene, manuseio e pasteurização. Nosso principal objetivo é atender a toda essa demanda com segurança”, explicou a diretora.
Além da comemoração, o evento foi realizado na data em que é celebrado o “Dia Nacional de Doação de Leite Humano”, com a intenção de conscientizar ainda mais a população e os responsáveis pelos Bancos de Leite sobre a importância da doação.

Atualmente, o Hospital Universitário possui em média 76 doadoras ativas, que ajudam mensalmente cerca de 80 bebês prematuros, internados no equipamento. Entre os recém-nascidos está a filha de Vanessa de Souza. Lívia nasceu de seis meses e utiliza o banco de leite desde o primeiro dia de vida. A mãe realiza a coleta no hospital. Porém, nos dias em que a quantidade de leite não é suficiente, utiliza os recursos do banco e agradece por todas as doações. “As mulheres que realizam a coleta não têm ideia do quanto são essenciais para a vida das nossas crianças. Não estão apenas doando um alimento. Estão permitindo que os nossos bebês consigam ganhar peso e continuar a viver”, explicou Vanessa.

Outros Prêmios

Recentemente o Banco de Leite Humano do Hospital Municipal Universitário (HMU) de São Bernardo conquistou o selo de qualidade na categoria ouro, em prêmio idealizado pelo Ministério da Saúde e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Essa certificação atesta que todos os processos de padronização e manuseio do leite são respeitados e que a unidade fornece aos recém-nascido um alimento com qualidade e segurança.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*