Economia, Notícias

Banco Central reduz juro básico a 12,25% ao ano

Diante da expectativa de inflação abaixo de 4,5% em 2017, o Banco Central decidiu por um novo corte de 0,75 ponto na taxa básica de juros, para 12,25% ao ano, e indicou que pode intensificar o ritmo de reduções nos próximos meses.

Foi o segundo corte dessa proporção desde que o BC começou o ciclo de redução da taxa básica, em outubro.

No comunicado divulgado ontem (22), o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) destacou que trabalha com a projeção de inflação oficial de 4,2% em 2017. Ou seja, abaixo do centro da meta de 4,5%.

“Uma possível intensificação do ritmo de flexibilização monetária dependerá da estimativa da extensão do ciclo, mas também da evolução da atividade econômica, dos demais fatores de risco e das projeções e das expectativas de inflação”, diz o Copom.

Para analistas, o fato de o Copom ter citado a possibilidade de um corte de um ponto porcentual nas próximas reuniões indica que a intensificação não é mais uma hipótese desprezível.

“Existe (a possibilidade de redução maior na taxa), mas acho que estão sendo cautelosos, no sentido de que esperam o avanço da agenda econômica no Congresso”, apontou André Perfeito, economista-chefe da Gradual Investimentos, referindo-se à reforma da Previdência.

O cenário doméstico, segundo o economista, é bastante favorável para o corte mais intenso dos juros: atividade econômica muito fraca e safras generosas, que jogam para baixo os preços dos alimentos no mercado interno.

Este último ponto, aliás, foi destacado pelo Copom. “Houve ainda uma retomada na desinflação dos preços de alimentos, que constitui choque de oferta favorável”, diz o BC.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*