Economia, Notícias

Banco Central corta juros pela 12ª vez e Selic cai para 6,5% ao ano

Banco Central corta juros pela 12ª vez e Selic cai para 6,5% ao ano
BC promoveu a 12ª redução seguida na taxa básica. Foto: Arquivo

O Banco Central decidiu, ontem (21), cortar a Selic em 0,25 ponto porcentual, para 6,5% ao ano, na 12ª redução seguida da taxa básica. Com isso, os juros atingem novo piso histórico.

A decisão veio em linha com o esperado pelo mercado. Dos 43 analistas e casas ouvidos pela agência Bloomberg, 41 apostavam na queda da Selic para 6,5%. Apenas dois viam a taxa básica estável em 6,75% ao ano.

O novo corte acontece em um cenário de inflação abaixo do piso da meta do BC, que é de 4,5% ao ano, com margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual. Em 2017, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) avançou 2,95%, resultado mais baixo desde 1998.

Em fevereiro, a inflação ficou em 0,32%, menor taxa para o mês desde o ano 2000, quando ficou em 0,13%. No acumulado dos últimos 12 meses, o IPCA teve leve avanço para 2,86%, mas o índice se manteve abaixo do piso da meta definido pelo BC.

“Não tem novidade: a inflação surpreende reiteradamente para baixo e o nível de atividade não está tão robusto. A redução de juros não está gerando queda no crédito para o tomador final, então é mais uma tentativa de o BC desobstruir o canal do crédito do Brasil”, avaliou André Perfeito, economista-chefe da Gradual Investimentos.

Perfeito vê espaço para aumentos de juros ainda neste ano, acompanhando as altas de juros nos Estados Unidos – além da alta de ontem, a expectativa é de que o Federal Reserve (Fed) faça outras três elevações ao longo de 2018.

“À medida que o ano passar, a inflação deve voltar. O grupo Alimentação não tem mais como cair. Tudo isso pode levar a uma alta já na reunião de outubro, depois do 2º turno das eleições”, disse Perfeito.

Analistas e consultorias ouvidas no Boletim Focus, do Banco Central, veem o IPCA a 3,63% no fim deste ano. Para 2019, a estimativa é de 4,20%.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*