Últimas Notícias

Balsa João Basso ampliada completa um ano de funcionamento em São Bernardo

Um ano após a instalação da nova balsa João Basso, que dá acesso ao bairro Tatetos pela represa Billings, em São Bernardo, o volume de veículos transportados pelo sistema apresentou um incremento de 30%. O ganho operacional é resultado da ampliação da capacidade de transporte da embarcação de 200 passageiros e 18 veículos para 400 passageiros e 40 veículos por viagem, após articulação da Administração junto à Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae). A troca do equipamento com maior capacidade e conforto aconteceu em outubro de 2018, por meio de um investimento de cerca de R$ 2 milhões.

Com funcionamento ininterrupto – 24 horas por dia e sete dias por semana –, a plataforma flutuante João Basso passou a realizar o transporte de cerca de 140 mil passageiros, 87 mil veículos de passeio, 1.300 ônibus, 1.850 caminhões, em mais de 5.100 viagens mensais. Antes, a média mensal era de 66 mil veículos transportados. O tempo de espera para embarque, que antes chegava até três horas, caiu para cerca de 15 minutos.

“É um ganho importante para quem depende diariamente deste transporte para acessar a região central da cidade e retornar para casa no final de um dia de trabalho. Temos acompanhado de perto esta operação e fiscalizado as atividades, por meio da nossa Empresa de Transportes Coletivos (ETC), de forma a garantir um serviço cada vez mais digno e de qualidade para a nossa população”, destacou o prefeito Orlando Morando.

Outra melhoria imediata trazida pela troca do modelo é a redução no tempo efetivo de embarque e desembarque de veículos – de cinco para 2,5 minutos. Isso porque foram instaladas rampas de acesso que permitem o embarque simultâneo de dois carros – antes era apenas um por vez. O modelo dá agilidade à operação, reduzindo ainda o tempo total para a travessia, que caiu de 14 para 8,5 minutos.

 OUTRAS CONQUISTAS

Por meio deste acompanhamento, outros ganhos no serviço foram conquistados. Toldos retráteis foram instalados para o fechamento parcial da lateral do abrigo de passageiros, com o objetivo de garantir a proteção dos usuários em dias de chuva e vento forte. A ETC também vem fazendo a gestão da integração da demanda de usuários do transporte público proveniente da região do Pós-balsa buscando compatibilizar modais e a oferta dos coletivos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*