Brasileirão, Esportes

Autuori se torna diretor de Futebol do Santos e diz querer distância de negociações

Autuori se torna diretor de Futebol do Santos e diz querer distância de negociações
Autuori negou possibilidade de assumir cargo de técnico. Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos apresentou ontem (22) Paulo Autuori como novo diretor do departamento de futebol do clube. Mais co­nhecido pelo seu trabalho como treinador, Autuori assume o cargo exe­cutivo com contrato válido até dezembro de 2020 e em função que abrange as categorias profissional, de base e feminina.

Segundo o presidente José Carlos Peres, a ideia é que Autuori atue na construção da estrutura no departamento de futebol que abranja profissio­nais, base e equipe feminina, mas sem se responsabilizar diretamente pe­las negociações de contratações para o elenco. “Não estarei en­volvido em negociações, pois quero distância de negócios.”

Além disso, Autuori negou qualquer possibilidade de assumir o comando da equipe ca­so o cargo de técnico fique vago. Autuori, inclusive, fez elogios ao trabalho que vem sendo rea­lizado por Jorge Sampaoli.

“Hoje, claramente, a gestão de um clube tem a ver com a capacidade de gerir equipes transdisciplinares. O Santos está em um momento extraordinário, com um grande treinador, que conheço desde 2001. Sampaoli tem feito carreira brilhan­te, e não vai ser diferente no Santos. Meu objetivo é dar tranquilidade para jogadores e comissão técnica, estar nessa ligação”, disse.

Assim como Peres, Autuori explicou que não chega para ocupar o cargo de Renato. O ex-jogador, que se aposentou no final de 2018, tornou-se diretor executivo do Santos nesta temporada, mas está afastado por causa de problemas pessoais.

Autuori teve rápida passagem pelo Santos como técnico em 1999. Trabalhou como dirigente no Fluminense e no Athletico-PR e estava desempregado desde maio, quando o colombiano Atlético Nacional o demitiu do cargo do técnico.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*