Esportes, Futebol

Atacante Jô veste camisa do Corinthians outra vez e admite desvios na carreira

Jô: “Estou mais concentrado, mais família”. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O centroavante Jô foi apresentado ontem (3) no Corinthians com discurso renovado. Segundo o atleta, que só estará disponível para o próximo ano e tem contrato até dezembro de 2019, o jogador que abusou da noite ficou para trás.

“Quem me conheceu há muitos anos conhece meu caráter, minha índole. Às vezes no futebol você traça um caminho que não é correto. Aconteceu comigo e com muitos, dar uma deslumbrada. Encontrei Deus há dois anos e as coisas fora de campo se ajeitaram. Foram erros que reconheço, isso é importante. Superei e, hoje, sou a pessoa que eu era, só me desviei. Amigos e família do meu lado, sou feliz”, comentou.

“Estou mais concentrado, mais família. Não sou velho, tenho 29 anos, comecei com 16. Tenho muita vontade de dar a volta por cima e voltar a fazer gols”, acrescentou ainda Jô, o mais jovem a vestir a camisa do clube, em 2003.

“Não era fácil estar entre grandes jogadores e com 16 anos estrear. Era um garoto, morava na periferia, soltava pipa e encarei uma responsabilidade grande. Foi tudo rápido, depois fui para fora. Tive pessoas do meu lado que me ajudaram bastante, mas cometi erros, como todos. Com tudo superado, estou de volta a minha casa, onde nasci e cresci. Espero dar meu melhor”, lembrou.

“Juízo, essa é a palavra”, resumiu. “Às vezes você faz coisas na adrenalina que não deveria fazer. Reflito nos meus erros e, com a ajuda de Deus, tenho direção melhor”, disse o reforço. Segundo Jô, o ponto da virada foi há dois anos.

“Foi no final de 2014, depois da Copa. Retornei ao Atlético-MG, não vinha fazendo bons jogos, tive problemas na vida pessoal, um tempo sem fazer gols. Sozinho, comecei a refletir, encontrei Deus. No começo de 2015 fiquei feliz com a família, vi que poderia estar jogando a vida no lixo e tudo voltou a ter direção. Foi no final de 2014 que reencontrei a paz fora de campo”, disse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*