Últimas Notícias

Associação Paulista de Medicina de São Bernardo afirma que apoia isolamento social no município

A Associação Paulista de Medicina de São Bernardo (APM) emitiu nota na qual expressa seu irrestrito apoio às medidas tomadas pela Prefeitura de São Bernardo para conter a epidemia do coronavírus, em especial a adoção do isolamento social como medida sanitária, imprescindível.

Confira a nota na íntegra:

“Sem essa iniciativa  ágil da prefeitura em adotar o isolamento social, seguramente, o município estaria vivendo um colapso no sistema público de Saúde, como já ocorreu em países do Exterior.

A iniciativa, adotada em praticamente todos os municípios do Estado de São Paulo e demais regiões do Brasil, tem sido fundamental para frear a curva crescente de casos em todo território nacional. Diante disso, nos posicionamos favoráveis ao distanciamento social preconizado neste momento de agravamento da epidemia e das crises secundárias a ela.

Vale destacar que, desde o início da pandemia, a APM-SBC/D tem acompanhado de perto as medidas da prefeitura, por meio do Comitê de Combate ao Coronavírus, que tem pautado suas ações pelo que determina a ciência e pelo conhecimento já acumulado na resposta mundial à pandemia.

A APM-SBC/D defende a manutenção de todas as medidas de combate ao Coronavírus, inclusive, com a continuidade do isolamento social que, segundo especialistas, contribui diretamente para achatar a curva de casos. Importante lembrar que a medida vai de encontro às recomendações da Organização Mundial da Saúde, do Ministério da Saúde e importantes autoridades da ciência e da medicina. Precisamos continuar diminuindo a circulação de pessoas por toda cidade.

Aqui deixamos também o apoio da entidade a todos os profissionais da Saúde que estão trabalhando arduamente nos hospitais e unidades de Saúde de São Bernardo, na linha de frente desta batalha contra o Coronavírus.

Precisamos preservar a Saúde de nossos profissionais, no entanto, para isso ocorrer contamos com a colaboração de toda a população, para que os moradores tomem as medidas necessárias para evitar a disseminação do Covid-19.

É importante que a população não subestime o poder de disseminação do Covid-19. A contaminação pode ocorrer através de gotículas expelidas pela boca durante um espirro, tosse e mesmo a fala.

Mais uma vez, como entidade representativa da classe médica, pedimos para que fiquem em casa, colaborem o máximo possível com o isolamento social”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*