Esportes, Seleção Brasileira

Artur celebra convocação, boa recepção e espera ‘estar mais vezes’ na seleção

Novidade do técnico Tite para os confrontos com Argentina e Colômbia nas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo do Catar, o atacante Artur, do Red Bull Bragantino, se apresentou na hora do jantar da seleção brasileira nesta sexta-feira (3). Chegou ainda tímido, mas foi recebido com bastante acolhimento, logo se enturmou e espera que esta seja a primeira de muitas convocações.

Substituto de Maicon, do Zenit, que voltou para a Rússia, o habilidoso atacante do Bragantino foi cumprimentado por todos os companheiros de seleção, recebeu afago do experiente lateral Daniel Alves e abraço do técnico Tite. Tudo para ficar “ambientado” o mais rápido possível.

Emocionado, o jogador revelou que estava a caminho de um culto quando recebeu a ligação da diretoria do Bragantino com a notícia. “Foi muito emocionante para mim. Recebi a notícia na quinta-feira, dia em que o pessoal do Red Bull tem o culto. Eu estava a caminho quando recebo essa ligação abençoada. Foi emocionante, no momento em que estava indo agradecer a Deus. Então foi bem marcante”, disse.

“Demorou muito para a ficha cair, mas aos poucos vou me adaptando aqui. Cheguei na hora do jantar, com o pessoal um pouco cansado do jogo do Chile, mas todos me recepcionaram muito bem. Fui muito bem acolhido e espero me adaptar o mais rápido possível”, revelou.

A primeira missão de Artur será simplesmente o clássico com a Argentina na Neo Química Arena. O atacante sabe que as chances de jogar são mínimas, mas mostra entender bem a importância do confronto dos dois melhores das Eliminatórias e finalistas da Copa América, recentemente.

“É um jogo muito importante para a gente. Então tem de entrar com a mesma seriedade (que a demonstrada no jogo do Chile). É o jogo mais importante da minha vida”, revelou. O Brasil tem 21 pontos e defenderá a campanha perfeita após sete vitórias seguidas.

Sobre o fato de ter sido o terceiro jogador do Red Bull Bragantino convocado recentemente, depois de Claudinho e Léo Ortiz, Artur ressaltou o projeto ambicioso do clube do interior para descartar a surpresa. “(Ter três convocados é) Fruto de um projeto gigantesco do Red Bull Bragantino, fruto do ótimo trabalho. Estou muito feliz e espero aparecer mais vezes por aqui.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*