Mauá, Política-ABC, Sua região

Após ‘traição’ de tucano, Alckmin vem a Mauá em apoio a Atila Jacomussi

Vanessa Damo, Jacomussi, Alckmin  e Alaíde Damo, durante evento no comitê da campanha. Foto: Eberly Laurindo

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) esteve ontem (25) em Mauá para participar de ato político em favor da candidatura do deputado licenciado Atila Jacomussi (PSB). A visita do tucano ocorre duas semanas após seu ex-correligionário Cló­vis Volpi (sem partido) declarar apoio ao projeto encabeçado pelo atual prefeito Donisete Braga (PT) no segundo turno da eleição municipal. A decisão teria ferido resolução do diretório estadual e acabou resultando na expulsão de Volpi da legenda.

Alckmin, no entanto, evitou relacionar sua visita ao município ao episódio. “Desde o início tivemos grande admiração pelo Átila. Aliás o Pedro Tobias (presidente estadual do PSDB) tentou filiá-lo ao PSDB, mas o PSB está ótimo. Independente da postura de A, B ou C nós já íamos apoiá-lo aqui no segundo turno”, disse. Esta foi a primeira visita de Alckmin à cidade durante o pleito municipal.

O ato político para recepção do governador lotou o comitê central da campanha, situada na antiga Coke Luxe, região central. Em seu discurso, Alckmin exaltou o candidato do PSB e alfinetou o projeto rival. “Não somos do time da mentira, da boataria falsa. Uma campanha séria, respeitosa e que fala das propostas para a cidade é o retrato do que vai ser o governo”, disse. Na ocasião, o tucano também elencou intervenções e investimentos do Estado na cidade, entre eles o aporte de R$ 24 milhões anuais para o Hospital Nardini.

De acordo com Atila, um acordo já apalavrado com o governador deverá garantir a ampliação desse repasse estadual para o equipamento de saúde. “Com esse repasse, vamos criar o Centro de Referência da Mulher. Vamos sentar com o governador para tirar uma pauta antecipada para que a gente possa debater esses investimentos”, informou o pessebista. Além de Alckmin, também deram peso ao evento o vice-governador Márcio França (PSDB), o presidente do PSDB estadual Pedro Tobias, o deputado estadual Caio França (PSB), além de aliados ao projeto de Jacomussi.

Desempenho 

Na ocasião, o governador também comentou o bom desempenho do PSDB nas eleições municipais, mas sustentou que não “vincula” a eleição municipal à nacional, de 2018. “O diagnóstico que recebemos é da derrocada do PT, não só aqui, mas em geral. Não vinculo a eleição municipal à nacional, são coisas diferentes. Claro que alguns partidos saem mais fortalecidos desta eleição, como o PSDB, inclusive com a vitória da Capital, e o PSB. Tudo tem seu tempo. Agora todo o emprenho vai ser ajudar a economia se recuperar, o desafio é emprego e renda”, completou.

Hoje, o tucano deve voltar à região para participar de atividade de campanha do candidato ao Paço de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*