Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

Após seis anos no CCZ de São Bernardo, cão é adotado

Ferrerinha já instalado em sua nova casa, na Mooca. Foto: Arquivo pessoalForam longos seis anos de espera, que acabaram no último dia 28. Ferrerinha, um cão sem raça definida de aproximadamente 8 anos que estava no Centro de Controle de Zoonoses de São Bernardo desde 2011, foi adotado. Como num bonito conto de fadas, a pessoa que seria seu futuro tutor, o analista de Suporte Técnico Rogério Norberto Braga da Silva, precisou vencer alguns desafios até o grande momento.

Os dois se conheceram quando Silva disputou um campeonato de Jiu-Jitsu no mesmo local onde estava sendo realizada uma feira de adoções pelo CCZ. Quando o viu, o analista disse à funcionária do equipamento que o levaria para casa se fosse campeão, mas ficou apenas em segundo lugar. Dois meses depois, uma amiga que trabalha no CCZ e sabia do “encontro” enviou uma foto de Ferrerinha pelo celular, de gravatinha e pronto para uma nova feira.

“Aí não teve mais como negar o destino, fui busca-lo na mesma semana, e para minha grata surpresa todos os funcionários vieram se despedir do Ferrerinha que já estava para adoção há bastante tempo anos e é um cão muito dócil e querido por todos”, declarou. Silva contou que a adaptação está sendo devagar e vem requerendo um tempo maior por parte do cão, que já tem uma idade avançada e necessidades específicas, mas que aos poucos todos estão se entendendo.

Preferência

A decisão de adotar um animal mais velho no lugar de um filhote, que acaba sendo a preferência da maioria das pessoas, foi por pensar em tudo o que Ferrerinha já devia ter passado sem um lar. “Poder oferecer uma velhice mais tranquila e feliz ao cãozinho que já sofreu muito nas ruas”, justificou. O analista lembra que quem adota precisa estar ciente que um animal em casa gera despesas independentemente da idade e que a decisão de adotar não deve ser apenas emocional. “Precisa ser consciente e responsável”, frisou. “Precisa saber que o início pode não ser um mar de rosas, mas também esteja preparado para receber grandes provas de amor”, afirmou. Já adulto, quase idoso, Ferrerinha vai passar o próximo Dia das Crianças em um lar.

O CCZ de São Bernardo fica na avenida Dr. Rudge Ramos, 1740, bairro Rudge Ramos. Está aberto para visitação dos animais de segunda a sexta-feira das 9h às 16h, e também promove feiras externas de adoção. Para ser um tutor, o munícipe deve levar cópia do RG, CPF e comprovante de residência. Atualmente, o local abriga 29 cães e nove gatos. Telefone 4365-3349.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*