Últimas Notícias

Após receber ‘dama do tráfico’, ministério prepara portaria para filtrar visitas

Ministério da Justiça divulgou nota alegando que a reunião foi marcada a pedido da Associação Nacional da Advocacia Criminal e que Luciane foi convidada pela entidade

O Ministério da Justiça e Segurança Pública prepara uma portaria para endurecer as regras de visita ao Palácio da Justiça, a sede da pasta, após o Estadão revelar que membros do ministério receberam uma integrante do Comando Vermelho.

O texto está em preparação e deve ser publicado na terça-feira, 14, no Diário Oficial da União. O Estadão apurou que a ideia é controlar com mais rigor os acessos e submeter os nomes dos visitantes à análise prévia.

A portaria é uma tentativa de contenção de danos e evitar novos desgastes ao governo. Como mostrou o jornal, secretários e assessores do Ministério da Justiça receberam Luciane Barbosa Farias, conhecida como “dama do tráfico”, em Brasilia, em março deste ano. Ela é casada com Clemilson dos Santos Farias, o Tio Patinhas, um dos líderes do Comando Vermelho.

O secretário da assuntos legislativos do Ministério da Justiça, Elias Vaz (PSB), uma das autoridades que esteve com Luciane, disse que foi pego de surpresa e assumiu o “erro” por não ter verificado os convidados da reunião. Vaz alegou que ela foi levada como acompanhante e falou sobre violações de direitos no sistema penitenciário.

O Ministério da Justiça divulgou nota alegando que a reunião foi marcada a pedido da Associação Nacional da Advocacia Criminal e que Luciane foi convidada pela entidade.

“A presença de acompanhantes é de responsabilidade exclusiva da entidade requerente e das advogadas que se apresentaram como suas dirigentes”, diz o texto.

Luciane esteve também na sede da Orga

Print Friendly, PDF & Email

Deixe eu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*