Economia, Notícias

Após queda no início do mês, preço da cesta básica fica estável no ABC

Cebola contribuiu com alta de 9,8%. Foto: Anderson Pedro/PSA

Depois de registrar forte queda de 3,5% no início de novembro, o preço médio da cesta básica no ABC manteve-se praticamente estável nesta semana, segundo pesquisa da Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André (Craisa).

O conjunto de 34 itens essenciais ficou 0,22% mais caro e passou a custar R$ 531,31, contra R$ 530,17 no levantamento anterior, o que impõe custo adicional de R$ 1,14.

No corte por grupos de produtos, os hortigranjeiros ficaram em média 2,95% mais caros e deram a principal contribuição para a alta, com destaque para aumentos de 17,8% no alface, 9,8% na cebola e 5,2% na batata.

No sentido contrário, feijão e leite mantiveram nesta semana a tendência de queda nos preços. O primeiro caiu 10,1%, para R$ 5,89 o quilo, e o segundo barateou 5,1%, para R$ 2,23 o litro.
Para Fábio Vezzá de Benedetto, engenheiro agrônomo da Craisa e responsável pela pesquisa, os preços não apresentaram surpresas nes­ta se­mana e seguem a tendência já observada anteriormente.

“No caso do feijão e do leite, a queda vem sendo regular e constante, em contrapartida à tendência de alta para frutas, verduras e legumes”, disse.

O consumidor também pa­gou 18% mais caro pelo café, 3% pelo frango e 1,9% pela carne de primeira.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*