Esportes, Futebol, Paulistão

Após estreia contra o Linense, Thomaz é apresentado no São Paulo

Apresentado ontem, Thomaz lembrou o início no clube. Foto: Erico Leonan/SPFCUm dia depois de estrear, Thomaz foi apresentado no São Paulo. O meia vestiu uma camisa que não lhe é nada estranha.

“É uma alegria imensa voltar ao clube que me formou. Foi aqui que eu decidi que queria ser um jogador de futebol”, disse ontem (3) o experiente atleta de 30 anos.

Entre os 12 e os 16 anos, Thomaz defendeu times amadores e sociais no Morumbi. Era um pulo da sede estádio, onde acompanhava o desempenho de gente como Rogério Ceni, seu novo comandante.

Depois de decidir no São Paulo que seria profissional, Thomaz rodou muito. Passou por Corinthians e Internacional e se transferiu, ainda jovem, ao Chiasso, da Suíça.

Na sequência, alternou passagens por clubes menores do Brasil e times de mercados secundários. Nos últimos três anos defendeu o Jorge Wilstermann-BOL, jogou a Libertadores e chamou a atenção do Tricolor.

“A Ponte me procurou, mas quando recebi a proposta do São Paulo não tive o que pensar. Tive outras oportunidades, mas esta foi irrecusável”, comentou Thomaz, impressionado com o que encontrou.

“A estrutura nem se compara. O Jorge Wilstermann é um grande clube da Bolívia, mas o São Paulo é o maior do Brasil, um dos maiores do mundo. A diferença não se compara”, disse o entusiasmado reforço tricolor.

Thomaz já sentiu o gosto de defender o time no último domingo (2) no triunfo sobre o Linense. Entrou aos 21 minutos do segundo tempo, gostou do que sentiu e se colocou à disposição para jogar em mais de uma função. “Jogo por dentro e pelas beiradas. Chego no meu auge e posso ajudar o São Paulo”, avisou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*