Esportes, Futebol

Após declaração polêmica, Lucão põe fim a sua passagem no S.Paulo

Lucão: “para a alegria de muitos aí, já, já eu estou indo embora”. Foto: ArquivoÉ o fim da linha para o zagueiro Lucão no São Paulo. O jogador de 21 anos irritou a diretoria com a entrevista concedida após a derrota para o Atlético-MG, quando disse que estava de saída e não jogaria mais pelo clube.

“Eles (torcedores) sempre pegam muito no pé. Eu era um dos únicos que não poderiam errar hoje (domingo), mas errei. Enquanto eu estiver aqui, eles vão sempre pegar no meu pé. Preciso saber lidar com isso e ser profissional. Porém, para a alegria de muitos aí, já, já eu estou indo embora”, afirmou o defensor, em tom irônico.

Nas redes sociais, uma avalanche de críticas de são-paulinos pediu sua saída.

Ontem (19), a diretoria se reuniu e decidiu que o zagueiro não viajaria para Curitiba. Até porque, se Lucão entrasse em campo amanhã, contra o Atlético-PR, não poderia mais defender outra equipe da Série A do Brasileirão – teria feito sete jogos.

Com contrato até junho de 2019, o atleta teve poucos períodos de paz com a torcida. Desde 2013, quando subiu para o time principal, fez 92 jogos e quatro gols.

Lucão ficou marcado por muitas falhas, especialmente contra rivais como o Corinthians. Só neste ano, foram quatro. Sempre foi elogiado por treinadores que passaram pelo Tricolor por sua qualidade técnica, mas a falta de concentração em momentos cruciais das partidas culminou em falta de confiança e, consequentemente, nos erros.

Na entrevista do último domingo, Rogério Ceni demonstrou não ter gostado das palavras de seu zagueiro e lamentou a atitude.

“Eu sou de uma época que, independentemente de vaias ou de aplausos da torcida, era sempre especial jogar pelo São Paulo. Eu gostaria que (Lucão) valorizasse essa oportunidade. É preciso ter a cabeça no lugar para não dar uma declaração que, futuramente, possa gerar arrependimento”, disse o treinador são-paulino.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*