Esportes, Futebol

Após contratar atacantes, Corinthians busca zagueiros

Chegou a hora de o Corinthians olhar para a sua zaga. Com as contratações do meia Wagner e dos atacantes Luidy e Jô acertadas, o clube buscará jogadores para o setor que mais decepcionou a torcida em 2016. Com 38 gols sofridos em 34 jogos, o alvinegro tem apenas a nona melhor defesa do Campeonato Brasileiro e viu seu rendimento despencar no segundo turno.

Ninguém se salvou. Elogiado no Paulista, Balbuena desandou a falhar após a saída de Felipe para o Porto. Vilson é o que mais corre o risco de ser dispensado, mas nem os pratas da casa Yago e Pedro Henrique têm a confiança da torcida.

Há a esperança de que Léo Santos evolua no clube, mas o jovem de 17 anos certamente não será titular no ano que vem. Já é consenso no Corinthians que pelo menos um zagueiro será contratado. O ideal é que cheguem dois.

Leandro Castán, que pertence à Roma, mas hoje defende a Sampdoria, é o nome dos sonhos da diretoria. Quando o Corinthians tentou contratá-lo no início deste ano, ouviu de Castán que tinha uma dívida com a Roma. O defensor, no entanto, ainda não havia sido emprestado.

O presidente Roberto de Andrade espera que a falta de interesse do clube da Capital italiana em seu futebol aproxime o campeão da Copa Libertadores de 2012 de um retorno.

Novo Ralf
Além de zagueiros, o Corinthians buscará um cabeça de área que possa desempenhar papel parecido com o que tinha Ralf até 2015, quando deixou o clube para atuar no futebol chinês.

Rithely, do Sport, agrada porque já trabalhou com o técnico Oswaldo de Oliveira. Embora atue mais como segundo volante, o atleta também sabe jogar à frente da área, co­mo fazia Ralf.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*