Esportes, Paulistão

Após 31 anos, Cachorrão tenta retornar à Série A2 do Paulista

Após 31 anos, Cachorrão tenta retornar à Série A2 do Paulista
Renato Peixe: “colocar meu nome na história de um clube de tradição, que tem 92 anos de idade, é um sonho”. Foto: Reprodução/YouTube

O Esporte Clube São Bernardo tem a chance de fazer história neste sábado (7). A equipe enfrenta o Comercial, às 15h, no estádio Primeiro de Maio, pela rodada de volta da semifinal da Série A3 do Campeonato Paulista, e pode subir para a Série A2 após 31 anos.

O jogo de ida do confronto, disputado em Ribeirão Preto, teve vitória do Cachorrão por 3 a 1. Com isso, o time do técnico Renato Peixe pode perder por um gol de diferença e, ainda assim, garantirá o acesso. Ao Comercial resta vencer por dois gols para levar a decisão para os pênaltis, ou por três para levar a disputa no tempo normal.

No outro confronto semifinal, o Noroeste recebe o Velo Clube às 17h30 no Alfredo de Castilho, em Bauro. No jogo de ida houve empate sem gols.

Sem querer se apegar ao resultado inicial, Renato Peixe destacou que o EC São Bernardo vai em busca da vitória. “É o jogo mais importante do ano para o clube e para todos que trabalham no nosso dia a dia. Será uma grande partida porque o adversário tem qualidade e dificultará bastante (nossa atuação). O regulamento nos permite perder até por 1 a 0, mas posso dar certeza de que vamos em busca da vitória. Estamos jogando assim desde o início e não vamos mudar agora.”

O treinador ressaltou o quanto a confirmação do acesso e da vaga na final será importante. “Particularmente esse acesso significaria muito para mim. Estou há quase um ano e meio como treinador e colocar meu nome na história de um clube de tradição, que tem 92 anos de idade, é um sonho. É muito importante também para o EC São Bernardo, que tem a chance de retornar para a Série A2 após 31 anos”, completou.

O Cachorrão não sabe o que é derrota há 11 partidas. O time ainda é o líder geral do torneio, com 39 pontos, além de ter o melhor ataque, com 31 gols.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*