Diadema, Política-ABC, Sua região

Michels minimiza crescimento de Vaguinho e alfineta PT, que perdeu mais uma vez

Na reta final da campanha, Vaguinho contou com o apoio de importantes nomes do PT. Foto: DivulgaçãoO resultado final da eleição em Diadema, que foi vencida pelo atual prefeito Lauro Michels (PV), mostrou um importante crescimento na votação de seu oponente, o vereador Wagner Feitoza, o Vaguinho (PRB). Enquanto Michels teve um crescimento de 21% nos votos, passando de 93.772 para 113.585, Vaguinho teve quase o dobro de votos, passando de 42.596 para 83.362 sufrágios, aumento de 95%.

O aumento foi minimizado por Michels. “É bom ressaltar também que tivemos a ampla maioria dos votos. Tivemos 31 mil votos a mais. O adversário cresceu, mas nós também crescemos. Demonstra que uma boa parcela da população aprova o nosso governo. E houve uma polarização, que é o normal”, afirmou.

Na reta final da campanha, Vaguinho contou com o apoio de importantes nomes do PT, como o ex-prefeito da cidade José de Filippi Junior, além dos vereadores da bancada petista. “Quero lembrar a todos os eleitores, que o Filippi, o Mário Reali (ex-prefeito e presidente municipal do PT em Diadema) e o PT estavam do outro lado, então, mais uma vez, o PT perdeu em Diadema e a cidade demonstrou que nosso governo foi reconhecido, a maioria reconheceu os acertos. É óbvio que o governo tem erros, mas vamos aprimorar para acertar cada dia mais”, destacou.

“É importante que o PT respeite a nossa liderança, que saiba discutir os projetos da cidade, não ficar fazendo manifestação no meio da rua, gritando e não querendo ouvir as outras partes também”, concluiu.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*