Editorias, Notícias, Política

Ao lado de deputados do Centrão, Bolsonaro inaugura transposição do São Francisco no CE

Ao lado de deputados do Centrão, Bolsonaro inaugura transposição do São Francisco no CE
Em Salgueiro, Bolsonaro apertou a tecla de um computador para acionar a estação de bombeamento. Alan Santos/PR

Ao lado de deputados do Centrão, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez uma rápida passagem pela região nordeste do país na manhã desta sexta-feira (26). O Bolsonaro esteve em Salgueiro em Pernambuco, além de Juazeiro do Norte e Penaforte, na região do Cariri, sul do Ceará.

Junto com uma comitiva de ministros, e aliados, inaugurou parte da Transposição do Rio São Francisco, um projeto que iniciou ainda em 2007, durante o governo Lula. A transposição teve orçamento inicial de cerca de R$ 5 bi. A previsão é que, ao final de todo o projeto, o gasto seja em torno de R$ 12 bi.

Sem falar com a imprensa, o presidente reservou momentos para gravar vídeos com políticos aliados. Ministros de estado também foram assediados por apoiadores que tiveram acesso privilegiado à comitiva.

Os ministros Augusto Heleno (Segurança Institucional), Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e Tereza Cristina (Agricultura) também participaram do ato simbólico.

Deputados acompanha­ram Bolsonaro na programação, que iniciou ainda no aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte. A maioria dos políticos ao lado do presidente era cearense e fazem parte do chamado Centrão.

Os governadores de Pernambuco e Ceará, Paulo Câmara (PSB) e Camilo Santana (PT), respectivamente, foram convidados, mas se recusaram a participar da solenidade. Em uma transmissão ao vivo, Bolsonaro disse que contaria com a presença dos dois.

Em Salgueiro, o presidente apertou a tecla de um computador para acionar a estação de bombeamento. Já no lado cearense, em Penaforte, esperou a chegada das águas que encherão o reservatório Jati. As águas do Projeto de Integração do Rio São Francisco devem levar cerca de dois meses para abastecer todo o reservatório.

Usando máscara, o presidente aguardou a chegada das águas enquanto atendia apoiadores. Para gravar vídeos, no entanto, Bolsonaro abaixou a proteção e abraçou simpatizantes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*