Economia, Notícias

Antecipação do 13º a aposentados vai injetar quase R$ 1 bilhão na economia do ABC

Antecipação do 13º a aposentados vai injetar R$ 1 bilhão na economia do ABC
Benefício será pago a 454,8 mil segurados, segundo a superintendência do INSS em São Paulo

A antecipação do 13º de aposentados e pensionis­tas do Instituto Nacional do Segu­ro Social (INSS) vai injetar quase R$ 1 bi­lhão na eco­nomia do ABC. A medida, que já foi ado­ta­da no ano passa­do, visa alavancar a atividade eco­nô­­mi­­ca em meio à segunda onda da pandemia de covid-19.

O abono será concedido a 454,8 mil aposentados e pen­sionis­tas nos sete municípios. No total, os bene­ficiários da Previdência Social receberão R$ 962,5 mi­lhões, revela projeção feita pelo Diário Regio­nal com base em dados refe­rentes a abril divulgados nesta semana pela superintendência do INSS em São Paulo.

O pagamento ocorrerá em duas parcelas. A primeira, correspondente a 50% do abono, será paga juntamente com os benefícios de maio – de 25 de maio a 8 de junho. A segunda parcela será paga juntamente com os benefícios de junho – de 24 de junho a 7 de julho. É nesta parcela, vale lembrar, que é feito o desconto do Imposto de Renda (IR).

Em geral, o pagamento do 13º de aposentados ocorre nos meses de agosto e novembro.

“A decisão de adiantar o pagamento do 13º vai bene­ficiar muitos brasileiros que vêm passando por dificuldades financeiras durante o primeiro semestre”, comentou Thomas Carlsen, co-fundador da mywork, startup especializada em gestão de De­­partamento Pessoal para pequenas e médias empresas. “Muitas pessoas fo­­­ram ajudadas com a anteci­pa­ção em 2020 e a repetição des­­sa medida sem dúvida aju­dará muitos trabalhadores e apo­sentados que viram redução na renda mensal por conta da crise”, prosseguiu.

Aposentados e pensionis­tas, em sua maioria, receberão 50% do valor do benefício em cada parcela. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro. Neste caso, o valor será calculado proporcionalmente ao tempo de segurado. Valores e quan­titativos da primeira parcela somente serão conhecidos após o processamento da folha de pagamento de maio.

Os segurados que rece­bem benefício por incapacida­de temporária (antigo auxílio-do­en­ça) também têm direito a uma parcela menor do que os 50%. Nesse caso, a antecipa­ção é calculada conforme o tem­po de duração do benefício.

Por lei, não têm direito ao 13º os segurados que recebem benefícios assistenciais, como o Be­nefício de Prestação Con­ti­nuada (BPC). Por isso, o número de benefícios com 13º é menor que o número total de benefícios pagos pelo INSS.

BRASIL

Segundo o governo, a medida vai injetar R$ 53 bi­lhões na economia brasileira. A antecipação não tem impacto orçamentário, pois não gera acréscimo na despesa prevista para o ano. O governo alega que grande parte dos beneficiários do INSS são pessoas idosas, com comorbidades ou inválidas, integrantes dos grupos mais vulneráveis à covid-19.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*