Esportes, Seleção Brasileira

Ancelotti se diz ‘honrado’, mas nega de novo acerto com a CBF para comandar a seleção

Italiano se diz “orgulhoso” por ser lembrado por uma seleção como a do Brasil, mas ressalta que seu compromisso é com o Real Madrid

A novela entre Carlo Ancelotti e a seleção brasileira continua. Enquanto a CBF, por meio do presidente Ednaldo Rodrigues, garante ter um acerto com o técnico do Real Madrid, a outra parte não diz a mesma coisa. O italiano se diz “orgulhoso” por ser lembrado por uma seleção como a do Brasil, mas que seu compromisso é com o clube merengue e nada mais.

Neste sábado (25), durante entrevista coletiva, Ancelotti voltou a responder sobre o suposto acerto para comandar a seleção brasileira no ano que vem. Mais uma vez disse que não há nada certo. “Eu me orgulho que uma seleção fale de mim, mas tenho contrato até 30 de junho”, confirmou o italiano. Então, se vai assumir ou não o time do Brasil, a resposta só virá após esta data.

Legalmente, Ancelotti só pode assinar um “pré-contrato” seis meses antes do seu atual vínculo. Ou seja, em janeiro de 2024. Então, não há documentos que comprovem que o técnico assumirá a seleção. Porém, Rodrigues garante que tem a palavra do técnico para um acordo após o vínculo com o Real Madrid.

“Dá um grande orgulho uma das maiores seleções do mundo, como é o Brasil, falar sobre mim”, disse o técnico neste sábado. Quando perguntado sobre se estaria disposto a esperar até o último dia de contrato para saber se o Real gostaria de renová-lo, respondeu: “é claro”.

Enquanto muitas perguntas seguem sem resposta, especulações começam a surgir. Alguns boatos apontam que Xabi Alonso, atual líder do Campeonato Alemão com o Bayer Leverkusen, seria o próximo técnico do Real Madrid após a saída de Ancelotti. O técnico falou sobre isso.

“Ele (Alonso) tem qualidade para assumir esse trabalho”, disse o italiano. “Tem a personalidade que um técnico precisa ter. Gosto muito dele como treinador, como seus times jogam. É um dos técnicos de que mais gosto, ao lado de Thiago Motta, do Bologna. Foram dois jogadores que eu tive.”

“Obviamente, Xabi tem o perfil para comandar o Real Madrid. Conhece o lugar, foi muito bem aqui. É amado aqui”, finalizou.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe eu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*