Esportes, Olimpíadas

Alison/Álvaro Filho vence com facilidade e chega às quartas de final em Tóquio

Alison/Álvaro Filho vence com facilidade e chega às quartas de final em Tóquio
Alison e Álvaro Filho vibraram muito durante a partida. Foto: Gaspar Nóbrega/COB

O Brasil colocou mais uma dupla nas quartas de final do vôlei de praia dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Alison e Álvaro Filho derrotaram nesta segunda-feira (2) os mexicanos Caxiola e Rubio por 2 sets a 0 (21/14 e 21/13) e voltam à quadra nesta quarta em busca de um lugar nas semifinais do torneio masculino.

Os adversários serão Plavins e Tocs, da Letônia, responsáveis pela eliminação dos brasileiros Bruno Schmidt e Evandro, com parciais de 21/19 e 21/18, em 49 minutos.

Os brasileiros começaram o primeiro set dominando o placar. Concentrados o tempo todo e com bons saques, conseguiram jogar pressão sobre os adversários e dificultar o ataque dos mexicanos. Com isso, também tiveram muito mais facilidade para bloquear e armar contra-ataques até fechar em 21/14. A dupla continuou com o mesmo ritmo na segunda parcial, mantendo o nível de energia e vibração sempre alto, e não teve dificuldade para fechar em 21/13.

“Estamos nos sentindo bem. Jogamos contra um time forte, que estava num grupo forte. Estudamos muito o time deles, mas nunca havíamos jogado contra eles. Colocamos muita energia nesse jogo o tempo todo porque agora todo jogo é uma final. O placar não mostra o que é o time do México. Ficamos o tempo todo concentrados e botando nossa energia na quadra. A gente sempre busca performar dessa forma, dando nosso melhor”, afirmou Álvaro Filho.

Alison contou que a dupla não tem acompanhado os outros confrontos do vôlei de praia e fez breve análise do estilo de jogo dos rivais da próxima fase. “A Letônia tem Plavins, medalhista de bronze, que defende muito bem. Tocs é um bloqueador que tem tempo de bloqueio diferente, parece um polvo. A gente jogou contra eles em 2019, há muito tempo. Não vimos a última partida deles, mas a gente não está assistindo ao vôlei de praia. Se eu ficar assistindo ao vôlei toda hora, eu e ele, que somos fominhas, vamos querer aquecer e jogar. Precisamos desligar um pouco o cérebro”, explicou o campeão olímpico no Rio-2016.

FEMININO

No domingo, Ágatha e Duda caíram na chave feminina, também pelas oitavas. Apontadas como favoritas a medalha na Olimpíada de Tóquio e líderes do ranking mundial, as brasileiras foram derrotadas pelas alemãs Laura Ludwig (campeã olímpica no Rio-2016) e Margareta Kozuch por 2 sets a 1, com parciais de 21/19, 19/21 e 16/14.

Com estas quedas, o Brasil segue com duas duplas ainda competindo em Tóquio: Ana Patrícia e Rebecca estão nas quartas de final, assim como Alison e Álvaro Filho.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe eu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*